VÍDEO: Com incêndios no Pantanal, presença de onças em Corumbá é cada vez mais frequente

Os incêndios que se alastraram pelo Pantanal sul-mato-grossense ainda deixam rastros de destruição. Como consequência das queimadas em seu hábitat, onças chegam cada vez mais perto da cidade de Corumbá, em busca de alimento e água. Moradores da cidade pantaneira, comentam que as aparições dos felinos às margens do Rio Paraguai estão cada vez mais frequentes.

Embora a presença dos animais possa preocupar os moradores, o IHP (Instituto Homem Pantaneiro) destaca que as onças vistas estão sem ferimentos ou outros problemas que possam necessitar regaste para tratamento.

Quatro onças teriam sido vistas na região do Rio Paraguai, próximo a Corumbá, sendo elas um macho, uma fêmea e dois filhotes.

O Programa Felinos Pantaneiros monitora os avistamentos dos animais e membros pontuam que até o momento as onças foram vistas sempre na margem oposta à cidade, em uma área onde a mata ciliar não foi consumida pelo fogo. Uma das razões para a aparição das onças no local é o deslocamento também de suas presas, como capivaras e jacarés.

O médico veterinário do IHP, Diego Viana destaca que com a recuperação da vegetação, os animais devem se deslocar para a mata novamente. “Vale lembrar que nós somos a maior cidade pantaneira e Corumbá reúne a maior população de onças-pintadas. Os pantaneiros são exemplos de que é possível conviver pacificamente com estes animais”, reforçou o veterinário ao portal de notícias Diário Corumbaense.

Confira o vídeo do momento da aparição de uma onça:

A orientação é que, caso algum morador ou turista aviste uma onça, ou saiba de um ataque a animais domésticos, entre imediatamente em contato com o IHP, por meio dos telefones (67) 99934-9787 e (67) 99987-0467.

*Midiamax

Confira também

UEMS/Aquidauana: Mestrado PGZOO prorroga inscrições esta terça-feira (07)

O Programa de Pós-graduação em Zootecnia – Produção Animal no Cerrado e Pantanal (PGZOO) da Universidade Estadual …