Leilão online da Receita tem de cabelo humano a kit de vibradores; saiba como participar

Carros, itens de decoração, notebooks, smartwatches e até mesmo itens inusitados como cabelo humano e kit de vibradores estão disponíveis para lances no leilão online da Receita Federal. O leilão tem cargas apreendidas no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e lances podem ser feitos até quinta-feira (29), no site. 

O leilão da Receita Federal chama a atenção não somente pelos itens mais curiosos, mas também oferece objetos que são desejo de consumo. Há, por exemplo, um notebook da marca Dell com lances iniciais de R$ 200. Há relógios com lances iniciais de R$ 250, além de um lote com um celular Apple e um MacBook Pro a partir de R$ 2.750. 

No kit de brinquedos sexuais, há dois vibradores e um masturbador pelo valor inicial de R$ 260. Os itens são leiloados em conjunto e não podem ser adquiridos separadamente. 

Outros itens inusitados são os cabelos e perucas. Para quem quiser, será necessário desembolsar um pouco mais, o valor mínimo é de R$ 3,2 mil em 2,6 kg de cabelo humano e perucas diversas.

Para quem tem interesse em adquirir um veículo, o leilão ainda oferta uma caminhonete Chevrolet S10 do ano de 2012 com lance mínimo de R$ 30 mil. Há, ainda, um caminhão Mercedes Benz do ano de 2018 por lances iniciais de R$ 45 mil e um caminhão Volkswagen Constellation de 2009 pelo valor mínimo de R$ 28 mil. 

Como participar

Os itens do leilão foram apreendidos por estarem sido transportados em situação irregular, por não terem nota fiscal ou por terem sido abandonados. Como o leilão é online, o interessado pode dar lances até as 21 horas de quinta-feira (29) no site da Receita Federal. Como as visitas presenciais estão suspensas, os itens leiloados podem ser vistos por videochamada no WhatsApp, basta fazer o agendamento pelo telefone (19) 3725-6319.

Conforme edital do leilão, a partir da arrematação, os licitantes terão 30 dias para retirada do lote. As mercadorias arrematadas e não retiradas no prazo, serão declaradas abandonadas.

*Midiamax

Confira também

RJ passa a exigir comprovante de vacina

O Rio de Janeiro inicia hoje (15) a exigência de comprovação da vacina contra a …