Home / Esporte / Santos busca o G4, enquanto SPFC quer a liderança
O lateral-direito Pará deve ser um dos desfalques do técnico Cuca para o clássico - Divulgação/Santos

Santos busca o G4, enquanto SPFC quer a liderança

Na briga pela ponta da tabela, Santos e São Paulo se enfrentam neste sábado (12), na Vila Belmiro, em Santos, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Enquanto o Tricolor paulista quer colar no líder Internacional, para o Peixe uma vitória pode significar a entrada no G4 da competição.

Hoje o Santos é o 7º colocado, com 14 pontos e uma vitória fará com que ele durma na 4ª posição da competição, à frente de Vasco, Atlético-MG e Palmeiras.

Para a partida o técnico Cuca não deve contar com o lateral-direito Pará, que sentiu um desgaste físico. 

O jogador já não atuou com a equipe na vitória sobre o Atlético-MG, no meio da semana. Ele chegou a participar de algumas atividades no campo, mas separado do elenco.

A equipe também não conta com o lateral-esquerdo Felipe Jonatan que, apesar de ter renovado contrato esta semana, recebeu o terceiro cartão amarelo no último jogo e está fora do clássico. 

O zagueiro Luiz Felipe, com lesão na coxa, é outro que não deve jogar pelo lado alvinegro.

Por outro lado, Cuca deve ter a volta do meia Jean Mota, que se recuperou de um edema na coxa, o jogador trabalhou com os companheiros no último treino do grupo.

Dessa forma, uma provável escalação de Cuca para o clássico é: João Paulo, Madson, Lucas Veríssimo, Alex, Luan Peres, Alison, Diego Pituca, Sánchez, Marinho, Lucas Braga e Soteldo. 

A equipe vem de uma vitória importante sobre o Atlético-MG por 3 a 1 – gols de Arthur Gomes e 2 de Marinho –, que é comandado pelo argentino Jorge Sampaoli, que deixou o Santos no final do Brasileiro de 2019.

O Peixe tem 4 vitórias, 2 empates e 3 derrotas do Brasileirão deste ano e vem de dois jogos positivos.

SÃO PAULO

O Tricolor paulista busca a liderança. O time é o terceiro, com 17 pontos conquistados e uma vitória o faz empatar em número de pontos com o líder Internacional, que joga no domingo. 

Para o jogo, o técnico Fernando Diniz deve entrar com força máxima. 

A escalação deve ser: Tiago Volpi, Igor Vinicius, Diego Costa, Léo, Reinaldo, Tchê Tchê, Gabriel Sara, Hernanes, Igor Gomes, Vitor Bueno e Luciano. 

O atacante concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (11) e afirmou que o time está “incomodado” com o terceiro lugar e que busca mais na competição. 

“A gente vai entrar com o mesmo espírito dos outros jogos. Estamos em terceiro (no Brasileiro), incomodados. A gente sabe que pode mais, pelo o que a gente trabalha, pela qualidade do grupo. A gente sabe que pode estar num lugar melhor”, declarou o jogador.

O jogador celebrou seu início de trajetória no Tricolor. 

Contratado recentemente, ele teve participação em 11 pontos: marcou gols sobre Bahia (1 x 1), Athletico-PR (1 x 0), Fluminense (3 x 1) e Red Bull Bragantino (1 x 1) e deu assistência para Pablo contra o Sport (1 x 0).

“É uma situação meio nova para mim, chegar assim de repente e dar tudo certo tão rápido. Espero que continue. Os companheiros têm me ajudado bastante, essa adaptação tem sido rápida. Estamos trabalhando, focados para conseguir grandes objetivos. Todos correndo um pelo outro”, disse Luciano.

Em boa fase, o São Paulo vem de 5 vitórias, 2 empates e 2 derrotas até aqui no Campeonato Brasileiro. 

As vitórias trouxeram tranquilidade para o treinador, que iniciou a competição balançando no cargo por conta da eliminação do Paulista pelo Mirassol, nas quartas de final do torneio.

*Correio do Estado

Confira também

Neymar diz que seguirá no PSG

Alvo de rumores sobre a possibilidade de deixar o Paris Saint-Germain em janelas de transferências recentes, Neymar tratou de …