Home / Cidades / 26 de setembro é Dia de Vacinação Antirrábica em Jardim

26 de setembro é Dia de Vacinação Antirrábica em Jardim

No próximo sábado, dia 26 de setembro, a Prefeitura Municipal de Jardim, através da Secretaria Municipal de Saúde estará realizando o Dia D de Vacinação em cães e gatos. A ação do Centro de Controle de Zoonoses, tem como propósito manter o controle de doenças como a raiva, zelando pela saúde de cães e gatos e também de toda a população. 

O Dia D acontecerá nos bairros, nos seguintes locais e horários: 

Parque das Araras – ESF I – Dr. Reinaldo de Arruda – Das 08h às 16h

Major Costa –  Praça Major Costa – Das 8h às 11h

Vila Carolina – ESF III – Galton Carvalho Leite –  Das 12h às 16h

Cohab Aeroporto – ESF IV – Dr. Luis Coimbra Grubert.  Das 08h às 16h

Vila Brasil – Centro Comunitário –  Das 08h às 16h

Vila Angélica I – Posto Central – Nestor Pereira –  Das 08h às 16h

Escola Santa Tereza –  08h às 16h

Escola Rufina Loureiro Caldas –  Das 08h às 16h

UEMS –  Das 08h às 16h

Praça do Encontro – Das 08h às 16h

Secretaria Municipal de Saúde – Das 08h às 16h

Vale ressaltar que apenas cães e gatos com idade superior a 3 meses poderão ser vacinados. A vacinação é também contraindicada em animais com sinais de doença sistêmica, tais como sarna generalizada, vômito, diarreia e em fêmeas em período de gestação.

A raiva é uma doença infecciosa que afeta os mamíferos, sendo causada por um vírus. É transmitida ao homem principalmente por mordedura e lambedura, através do vírus presente na saliva e nas secreções dos animais infectados, ocasionando problemas no sistema nervoso central com letalidade em aproximadamente 100% dos casos.

Por isso é importante levar a sério a vacinação, que é ainda uma das principais ações de controle da raiva em áreas urbanas, diminuindo os casos da doença nas espécies caninos e felinos, colaborando assim e consequentemente colaborando com a diminuição de casos da doença a cada ano que passa.

Mesmo que a raiva estando controlada, a vacinação anual é necessária e obrigatória por lei, e através dela é possível garantir proteção dos animais contribuindo ainda para a saúde de toda a comunidade.

   Outras informações:

  • Cães devem ser conduzidos por pessoas com idade e porte adequados para o manejo do animal;
  • Cães bravos ou mordedores, de qualquer espécie, devem utilizar focinheira apropriada;
  • Os gatos devem ser transportados em caixas apropriadas e em segurança.

Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos:

  1. Lavar o ferimento com água e sabão e procure orientação médica;
  2. Identifique o animal agressor e seu proprietário;
  3. Caso o cão ou gato for conhecido, observar o animal por 10 dias;
  4. Caso o animal não tenha dono, desapareça, adoeça ou morra, procure imediatamente orientação com o Centro de Controle de Zoonoses – através do telefone 67 3251.1815

*Diane Becker

Confira também

TJMS abre seleção para estagiários de Direito na comarca de Aquidauana

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) abriu seleção para estagiários na comarca de Aquidauana, …