Home / policial / PM que matou em cinema em Dourados vira réu por homicídio
Viaturas e carros de funerária em frente ao shopping de Dourados, no dia em que PM matou bioquímico em sala de cinema (Foto: Adilson Domingos)

PM que matou em cinema em Dourados vira réu por homicídio

O cabo da Polícia Militar Dijavan Batista dos Santos, 37, vai responder processo por homicídio duplamente qualificado por matar a tiro o bioquímico Julio Cesar Cerveira Filho, 43, no dia 8 de julho deste ano em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O crime ocorreu dentro da sala 1 do cinema do Shopping Avenida Center após discussão por causa de uma poltrona minutos antes de começar a exibição do filme Homem Aranha – Longe de Casa.

Confira também

Polícia desativa entreposto de maconha

Agentes especiais da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai descobriram nesta quarta-feira (3) uma propriedade rural …