Home / Estado / Bebê morre de gripe e é a 24° morte no Estado
A morte do bebê já é a terceiro caso de gripe em Campo Grande - Foto: Valdenir Rezende /Arquivo/ Correio do Estado

Bebê morre de gripe e é a 24° morte no Estado

Um bebê de um ano e nove meses morreu vítima de suspeita de H1N1 e com essa morte Mato Grosso do Sul registra o 24° óbito, três somente em Campo Grande.  O bebê foi internado no dia 30 de maio e morreu, nesta terça-feira (18), às 12 horas, na Santa Casa de Campo Grande.

Conforme a Vigilância Epidemiológica, até ontem (19), 24 pessoas morreram por complicações da Influenza em Mato Grosso do Sul, nas cidades de Corumbá, Três Lagoas, Aquidauana, Inocência, Rio Verde de Mato Grosso, Campo Grande, Porto Murtinho, Mundo Novo, Água Clara, Naviraí e Bonito.

Além do bebe, a manicure Julia Nantes de Oliveira, 40 anos, morreu na segunda-feira (17) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Mônica, em Campo Grande, com suspeita de H1N1. A vítima começou a passar mal no dia 11, passou por várias unidades de saúde, tentou vaga no Hospital Regional, mas não resistiu e morreu após sofrer parada cardiorrespiratória.

O Correio do Estado entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) sobre os dois casos, que disseram que a suspeita de H1N1 está sendo investigada.

RESFRIADO E INFLUENZA

O resfriado geralmente é mais brando que a gripe e pode durar de 2 a 4 dias. Também apresenta sintomas relacionados ao comprometimento das vias aéreas superiores, mas a febre é menos comum e, quando presente, é de baixa intensidade. Outros sintomas também podem estar presentes, como mal estar, dores musculares e dor de cabeça. Assim como na gripe, o resfriado comum também pode apresentar complicações como otites, sinusites, bronquites e até mesmo quadros mais graves, dependendo do agente etiológico que está provocando a infecção.

O que popularmente ficou conhecida como “gripe A” é, na verdade, a gripe causada pelo vírus influenza A H1N1. Em 2009, o mundo enfrentou uma pandemia desta gripe, com grande repercussão na saúde das pessoas e
sobrecarga da rede de serviços de saúde. Outro vírus influenza A que também está circulando pelo mundo é o H3N2. A vacina contra a gripe protege tanto contra o H1N1 como contra o H3N2, além de também oferecer proteção contra influenza B.

*Correio do Estado

Confira também

Primavera é estação com maior incidência de tempestades; Confira dicas da Defesa Civil para ocorrências

A primavera, que vai até 22 de dezembro, é a estação do ano com a …