Família disse que irá prcurar ajuda psicológica - Foto: Olimar Gamarra/RB em Tempo Real

Polícia Ambiental multa em R$ 4,5 mil jovem que matou cachorros a facadas

A Polícia Militar Ambiental multou em R$ 4,5 mil o jovem de 18 anos que matou três cachorros a facadas na casa onde morava, em Rio Brilhante. O crime ocorreu na última quinta-feira (10). O suspeito se entregou à Polícia Civil, foi indiciado judicialmente e alegou estar bêbado para cometer o ato.

O auto de infração será julgado pelo órgão ambiental do Estado.

O homem responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. A pena é de três meses a um ano de detenção.

Em seu depoimento, o suspeito confessou o crime e disse que antes havia ingerido pelo menos nove latas de cerveja em casa. Como não tem o habito de beber, ficou embriagado.

Disse que não teve um motivo especifico para matar os três animais. Existia a informação de que as mortes poderiam ter ocorrido em possível ritual de magia negra.

Como o crime cometido por tem pena de seis meses a um ano de prisão, inferior a quatro anos tempo que o levaria a prisão, e ainda pelo fato de ter se apresentado espontaneamente na delegacia fez com que a autoridade policial realizasse a oitiva e em seguida sua liberação.

Familiares disseram que irão encaminha-lo para avaliações médicas, pois acreditam que ele sofra de algum distúrbio mental. Segundo uma irmã do acusado, quando criança o jovem dizia que ‘’via vultos’’, por isso a família acredita que ele esteja com algum tipo de problema mental mais agravado.

Dois dos animais mortos tinham sido adotados a pouco tempo de um abrigo mantido por uma entidade de defesa dos animais da cidade.

O colega que morava com ele na casa disse que jamais imaginava tamanha violência contra os animais. Disse que até carinhoso com os cães ele era.

O CASO

Um  crime de grande comoção. Rio Brilhante acordou chocada com a atitude de um jovem de 18 anos que, na noite da última quinta-feira (10), matou três cachorros que viviam na casa onde ele morava com um amigo. Ele se apresentou à delegacia da cidade nesta manhã, acompanhanhado da mãe, e alegou estar bêbado.

O cenário encontrado por um vizinho, que escutou a gritaria dos cães e acionou a Polícia Militar, era de filme de terror. Um dos animais foi decapitado. Outro foi destroçado. O último canino ficou com a faca usada na brutalidade cravada em sua cabeça.

Com as fotos tiradas pelo vizinho ganhando as redes sociais, a cidade se mobilizou junto da polícia para encontrar o suspeito, muito ameaçado. Entidades de defesa dos animais também postaram mensagens de repúdio ao crime.

Sem alternativas, o autor se apresentou à delegacia nesta manhã. Segundo o portal ‘Rio Brilhante em Tempo Real’, o jovem confessou o crime e alegou principalmente que estava bêbado quando decidiu cometer a brutalidade.

Ativistas da Associação de Defesa dos Animais de Rio Brilhante seguiam na porta da delegacia esperando a definição do caso. “Estamos aqui porquê essa maldade não pode ficar impune. Trabalhamos tanto pelos animais, então vamos acompanhar de perto esse caso”, disse a presidente Eliza Mara, presidente da organização.

*Correio do Estado

Confira também

Polícia estoura depósito de cocaína avaliada em mais de R$ 1 milhão

Policiais do Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) estouraram na noite deste …