Empresa comprovava adaptação de apenas 80% da frota - Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

Consórcio ganhou com proposta menos vantajosa

Mesmo oferecendo frota de veículos usados, o Consórcio Guaicurus, responsável por 20 anos pela administração do transporte coletivo de Campo Grande, foi o vencedor da licitação realizada em 2012. Os volumes 12 e 13 da documentação relativa à contratação da empresa revelam a escolha pelo maior valor de outorga de concessão em detrimento de melhores condições no oferecimento do serviço.

Os dois volumes mostram que o valor oferecido pelo consórcio para ser repassado à prefeitura era de R$ 20 milhões, sendo R$ 8,75 milhões maior do que o disponibilizado pela concorrente, a paranaense Auto Viação Redentor. Os volumes estão disponíveis apenas para consulta física, no departamento da Diretoria-Geral de Compras e Licitação (Dicom), no prédio da Central de Atendimento ao Cidadão, na região central da Capital.

A diferença de valores vem acompanhada de outros aspectos a serem levados em consideração. O consórcio campo-grandense, cuja empresa líder é a Viação Cidade Morena, apresentou declaração de disponibilidade de veículos usados de, pelo menos, 65 ônibus para venda em três empresas.

*Correio do Estado

Confira também

Projeto de músico jardinense é destaque no Sudoeste e serve de exemplo para toda classe artística nesta Pandemia

“Fomos os primeiros a parar e com certeza seremos os últimos a voltar a trabalhar. …