Unei Dom Bosco, localizada na região da saída para Três Lagoas - Álvaro Rezende / Arquivo / Correio do Estado

Promotora aponta tortura de menores internados em Unei

A promotora Vera Aparecida Cardoso Bogalho Frost Vieira, da 28ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Campo Grande, aponta ocorrência de tortura de menores infratores internados na Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco, localizada na região da saída para Três Lagoas, na Capital.
No mês passado, um interno morreu eletrocutado na unidade, enquanto colegas faziam limpeza dos alojamentos. Ele teria, supostamente, se deitado sobre um fio descascado deixado na cama.

Por intermédio da assessoria de comunicação social do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, a promotora disse que todas as irregularidades encontradas durante visitações às unidades são relatadas, especialmente as que citam denúncias de torturas.

Vera Bogalho observa que denúncias de tortura acontecem desde 2016. De 12 a 23 de setembro de 2016, por exemplo, o Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) esteve no local, porque já havia informação de que torturas psicológicas e físicas eram cometidas na Unei. Ainda conforme a assessoria, a promotora ressalta que, em inúmeros casos ocorridos na Unei Dom Bosco, há comprovação da materialidade desses crimes praticados por alguns agentes e também provas suficientes das autorias.

*Correio do Estado

Confira também

Morador de MS é preso no PR com R$ 2 milhões em cocaína dentro de tanque de combustível

Morador de Mato Grosso do Sul foi preso nesta sexta-feira (18) na cidade de Apucarana …