Alguns dos materiais apreendidos pelo Choque; - Foto: Divulgação

PM fecha entreposto do contrabando na Capital

O Batalhão de Choque da Polícia Militar desmontou ontem, no Jardim Tarumã, em Campo Grande, entreposto usado por contrabandista de cigarro e agrotóxicos. O suspeito, de 34 anos, foi identificado como Alexandre Leito do Nascimento. Ao todo foram apreendidos 3.700 pacotes de cigarro, 94 embalagens de agrotóxico, rádios comunicadores, um distintivo da PM e simulacro de arma de fogo.

Segundo boletim de ocorrência, os policiais faziam rondas pela Rua Delamare, quando avistaram dois homens fechando o portão de uma residência. Ao notarem a aproximação dos policiais, eles demonstraram certo nervosismo e acabaram abordados. No interior da casa ocorria a descarga de cigarro. Lá havia um veículo Fiorino branco e vários inseticidas de origem chinesa. Em outro veículo, modelo Parati, havia mais cigarro.

Os homens que estavam no local vivem na residência que pertence ao pai de Alexandre e é usada como entreposto do contrabando. Alexandre assumiu a propriedade dos cigarros, mas negou ser responsável pelos agrotóxicos.  De lá, os policiais foram para a casa de Alexandre, onde havia uma Saveira com mais cigarro e um rádio amador. Na casa tinha ainda um simulacro de arma, e uma algema. Diante dos fatos, Alexandre foi preso. Os homens que trabalhavam para ele foram detidos na condição inicial de testemunhas.

*Correio do Estado

Confira também

Morador de MS é preso no PR com R$ 2 milhões em cocaína dentro de tanque de combustível

Morador de Mato Grosso do Sul foi preso nesta sexta-feira (18) na cidade de Apucarana …