Home / Estado / Agronegõcio / Mato Grosso do Sul deve ampliar produção de etanol
Produção esperada é de 49 milhões de toneladas - Foto: Correio do Estado

Mato Grosso do Sul deve ampliar produção de etanol

Mato Grosso do Sul deve ampliar em 22,9% a produção total de etanol na safra 2018/2019 de cana-de-açúcar, alcançando a marca de 3,24 bilhões de litros, ante 2,63 bilhões no ciclo anterior. De acordo com o 3º Levantamento da Safra 2018/2019 da cana, divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), 2,20 bilhões de litros serão destinados para a fabricação de etanol hidratado – aumento de 24,6% no comparativo com o produzido na safra passada –, enquanto o etanol anidro responderá por 1,03 bilhão de litros produzidos, volume 19,5% superior ao da safra 2017/2018.

A produção total esperada é de 49,14 milhões de toneladas de cana, quantidade 4,7% maior do que em 2017/18, quando foram produzidas 46,94 milhões de toneladas. Segundo a Conab, essa produção de cana-de-açúcar destinará cerca de 22,2% de seu volume total para a fabricação de açúcar, alcançando 1.507,6 mil toneladas. A estimativa de produção do produto deve apresentar ligeiro aumento (1,1%) em relação ao ciclo anterior, quando foram produzidas 1.491,7 mil toneladas.

Em relação à área plantada, a Conab projeta leve redução na área a ser colhida (-0,4%), de 666 mil hectares para 663,4 mil hectares. Quanto à produtividade, o clima favoreceu o rendimento das lavouras no Estado e a estimativa é de incremento de 5,1% em relação à safra passada (saindo de 70.480 quilos por hectare para 74.086 kg/ha).De acordo com o estudo, as condições climáticas registradas neste segundo semestre de 2018 foram consideradas favoráveis ao crescimento e desenvolvimento das lavouras de cana em MS. Durante o inverno, houve poucas precipitações, favorecendo a concentração de sacarose, e a primavera bastante chuvosa, favorecendo a rebrota dos canaviais colhidos.

Segundo o relatório, houve precipitações intensas no fim de agosto e início de setembro. Por isso, muitas unidades produtivas atrasaram o cronograma de moagem, mas o encerramento dos trabalhos deve ocorrer até o fim de dezembro.

BRASIL
O levantamento indica ainda que o País terá novo recorde na produção total de etanol, que chegou a 32,3 bilhões de litros, um aumento de 18,6% em relação à safra passada. O último maior número havia ocorrido na safra 2015/16, com 30,5
bilhões.

*Correio do Estado

Confira também

MS exportou R$ 5,8 bi em 2018; soja e celulose se destacam

Estabelecendo mais um recorde de receita, Mato Grosso do Sul encerrou 2018 com US$ 5,69 …