Barulho do grupo levou a saia justa com palestrante na tribuna e ameaça do Delegado Wellingto - Foto: Valdenir Rezende/Correio do Estado

Manifestantes ocupam Câmara para pressionar negativa de aumento

Cerca de 80 pessoas estão desde o início da sessão desta terça-feira (11) na Câmara Municipal de Campo Grande protestando contra o aumento no salário dos vereadores, polêmica proposta que será levada à votação nesta manhã na Casa das Leis.

O grupo grita palavras contra a proposta desde o início dos trabalhos, por volta das 9h.

Com faixas, vaias e proclamando a #aumentonão, o movimento chegou a ser ameaçado pelo vereador Delegado Wellington (PSDB). “Se tiver de parar de falar vou ter que prender gente hoje”, disse o parlamenar.

A situação acontece porque o representante da associação de apoio ao paciente com câncer Amigos do Chitão, Altemir de Almeida, enfrentou dificuldades para usar a tribuna. Ele pediu silêncio várias vezes e perguntou para a plateia se alguém deles tinha um filho com câncer.

*Correio do Estado

Confira também

Campo Grande e outras 12 cidades estão com 492 vagas de empregos

A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) está oferecendo 492 vagas de …