Home / policial / Família de MS alvo de operação transportava armas para o Rio
Divulgação PRF

Família de MS alvo de operação transportava armas para o Rio

Uma família de Mato Groso do Sul era responsável pelo transporte das armas no esquema que abastecia comunidades do Rio de Janeiro. A missão era produzir os compartimentos secretos nos veículos para conduzir o armamento. Quatro irmãos são uns dos alvos da operação contra tráfico de armas e munições, desencadeada nesta segunda-feira (3), em conjunto com forças policiais dos dois estados.

Após a prisão de um dos irmãos, identificado como Sidney, se deu início as investigações, que duraram mais de um ano, conduzida pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), do Rio de Janeiro.

Ao todo, estão sendo cumpridos 37 mandados de prisão e de busca e apreensão nos dois Estados.

Prisões

Em MS, o primeiro preso na operação contra tráfico de armas e munições, atuava como entregador em Campo Grande. Moacir Teixeira, 46 anos, foi preso na manhã desta segunda-feira (3) quando trabalhava no bairro São Francisco.

O segundo, Valdisnei Ederson foi detido em Dourados. O homem tem 28 anos era funcionário de um circo.

Como funcionava 

Segundo a polícia, o ponto de partida era Mato Grosso do Sul e daqui o grupo teria enviado nos últimos verdadeiro arsenal com milhares de munições e centenas de armas de fogo, que tinham como destino comunidades controladas por milícia que lidera o crime na capital fluminense.

Em Mato Grosso do Sul, cinco pessoas alvo da operação estão foragidas. No Rio de Janeiro são 13 mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão.

A operação conta com mais de 80 policiais rodoviários federais, com o Núcleo de Operações Especiais (NOE), Grupo de Operações com Cães (GOC), Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) e operações aéreas, que em conjunto com cerca de 160 policiais civis, em Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro.

*Midiamax

Confira também

Polícia prende dois e fecha boca de fumo em Campo Grande

Nikolas Tobias Aquino, de 22 anos, e Cleiton Pio Pereira, de 18 anos, foram presos …