Home / Estado / Agronegõcio / Plantio da soja é antecipado, mas preços caem 11% em MS
Clima favorece o desenvolvimento da soja no Estado - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Plantio da soja é antecipado, mas preços caem 11% em MS

Com o clima favorável e as atividades na lavoura dentro da normalidade, o plantio da safra 2018/2019 entra na reta final em Mato Grosso do Sul em ritmo mais adiantado do que no mesmo período do ano passado e crescimento na produção, porém, a atratividade de preços para o produtor ainda é uma incógnita. Os valores da saca tiveram uma queda de pelo menos 11% desde outubro.

De acordo com a analista-chefe de grãos da Rural Business, Tânia Tozzi, hoje, a diferença entre preço spot (do momento) e futuro (com entrega em fevereiro) da saca da oleaginosa varia de R$ 10 a R$ 20. Entre setembro e outubro, conforme indicadores da consultoria, a máxima da saca do grão no preço spot (safra 2017/2018) estava em R$ 84, e hoje essa média está R$ 10 abaixo da negociada quando o dólar estava acima de R$ 4. O mesmo se observa para o preço da safra futura (2018/2019), comercializada no início deste trimestre, ainda na esteira de alta da moeda norte-americana, por R$ 73.

“Hoje, os valores estão nos menores índices desde julho, mas é importante observar que estamos saindo de um total período de escassez de oferta, não temos mais soja no Brasil. O período é de adequação do mercado. Há um determinado preço no spot (preço comercializado no momento), que é diferente do futuro, para entrega em março. O comprador está trazendo o spot para valores mais próximos da soja futura e isso vai equalizando o mercado. Além disso, tivemos a retração do dólar, o que também refletiu sobre os preços”, explicou a analista.

*Correio do Estado

Confira também

Programa monitora variáveis de desempenho na raça Nelore

Produtores rurais e especialistas do setor pecuário em Mato Grosso do Sul tiveram oportunidade de …