Home / policial / Estátua do poeta Manoel de Barros é alvo de vândalos

Estátua do poeta Manoel de Barros é alvo de vândalos

Monumento em homenagem ao poeta Manoel de Barros foi vandalizado, na madrugada de hoje (3), na praça Pantaneira, ao lado da Prefeitura, no centro de Campo Grande. Tinta preta foi jogada na cabeça da estátua.

Segundo a Polícia Militar (PM), nenhum suspeito foi preso, mas a polícia está coletando provas para tentar encontrar o vândalo. A Prefeitura informou que a vigilância da praça será reforçada para evitar novos ataques.

Para moradores e pessoas que trabalham no entorno, a praça é sinônimo de tranquilidade. A funcionária pública Ivani Maciel, de 43 anos, que vai ao local para descansar em seu intervalo do trabalho, conta que as pessoas que passam pela praça sempre param para observar a obra de arte do artista Levi Batista.

“Todo hora tem gente parando para tirar foto com ele [Manoel]. É uma maldade o que fizeram”, disse ela, que estava com a colega de trabalho Karen Lahdo, de 39 anos. Quando viu a estátua, Karen ficou revoltada com a depredação. “É muita falta do que fazer; Quem fez isso tem um espírito de porco. É muita sacanagem”, disse ela, que, junto com Ivani, trabalha próxima à praça.

Sônia Silva, de 56 anos, parou na praça para esperar o marido e viu o que aconteceu com Manoel. “É muita maldade; eu vinha com a minha netinha aqui antigamente”. Ela, que viaja o país com o marido artesão, revela a tristeza que de ver que na sua cidade as pessoas não têm apreço pelo patrimônio. “Toda cidade tem seus monumentos, onde as pessoas tiram fotos… É triste isso que fizeram aqui”, contou.

De acordo com o Executivo Municipal, a estátua será restaurada em breve, pelo autor da obra, Levi Batista. Não foi informado o valor a ser pago para a reforma do monumento.

*Correio do Estado

Confira também

Após descobrir venda de casa, jardineiro espanca idosa

O Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Dourados prendeu ontem o jardineiro …