Home / Capital / Recurso para manter Hospital do Trauma é incerto a partir de janeiro

Recurso para manter Hospital do Trauma é incerto a partir de janeiro

A Unidade do Trauma da Santa Casa de Campo Grande, cujo prédio foi inaugurado no dia 25 de março deste ano e que até agora não está funcionando, tem garantidos R$ 18 milhões para iniciar as atividades a partir da próxima segunda-feira (10).

No entanto, os recursos para a manutenção dos atendimentos, a partir de janeiro de 2019, não estão garantidos.

Duas reuniões realizadas entre segunda-feira e ontem entre representantes do hospital e autoridades de saúde do Estado e da Capital, definiram que em cinco dias, o novo setor vai receber os pacientes de ortopedia que estiverem internados na Santa Casa.

O secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Coimbra, informou que os R$ 18 milhões provém do Ministério da Saúde, em quatro parcelas, a partir deste mês.

Os valores são de R$ 6 milhões em setembro, R$ 2 milhões em outubro, R$ 4 milhões em novembro e mais  R$ 6 milhões em dezembro.

Mas além disso, o Governo do Estado também vai repassar mais R$ 2 milhões por mês a partir de outubro. No entanto, somente se houver aumento na quantidade de atendimentos.

“Será feita a transferência dos pacientes a partir do dia 10 de setembro. O repasse dos R$ 2 milhões por mês, como aporte de contratualização pelo Estado, está condicionado à ampliação dos serviços. O recurso da União serão pontuais. Não há comprometimento com o custeio ainda. É apenas para a unidade começar a funcionar”, explicou Coimbra.

*Correio do Estado

Confira também

Capital depende de recursos do PAC para recapeamento

De projetos travados a salvação em momento de crise econômica. Os recursos do Programa de …