Home / policial / Nota reforça que deputado não é alvo do Gaeco

Nota reforça que deputado não é alvo do Gaeco

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul emitiu uma nota de esclarecimento sobre a operação Grãos de Ouro, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Mato Grosso do  Sul e outros seis estados. Isto porque, ações contra o servidor Marcos Antonio Silva de Souza foram realizadas, na manhã de hoje, no gabinete do deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB).

Em nota, a assessoria da Casa de Leis informou que, o servidor não foi preso e que, “a promotora de justiça Cristiane Mourão, acompanhada de Marcos Antonio, verificou – única e exclusivamente – a mesa do servidor, sem que nada tenha sido levado”.

Ainda conforme a publicação, “o funcionário está cedido ao gabinete do deputado Paulo Corrêa, que – reforçamos – não é alvo de nenhuma investigação”.

GRÃOS DE OURO

O foco da ação é sonegação fiscal em operação de compra e venda de grãos.

Ao todo, 32 mandados de prisão preventiva e outros 104 de busca e apreensão da operação chamada de “Grãos de Ouro” estão sendo cumpridos em Mato Grosso do Sul e outros seis estados.

*Correio do Estado

Confira também

Comerciante brasileiro é o sexto assassinado em dois dias

Executado a tiros por dois pistoleiros na tarde desta sexta-feira (19), o comerciante brasileiro Paulo …