Home / Esporte / Libertadores: Palmeiras bate Cerro e fica perto das quartas

Libertadores: Palmeiras bate Cerro e fica perto das quartas

Palmeiras deu grande passo nesta quinta-feira para avançar às quartas de final da Libertadores, ao vencer o Cerro Porteño por 2 a 0, no estádio La Olla Azulgrana, em Assunção, no Paraguai.

O grande nome da partida foi o atacante colombiano Miguel Borja, que balançou as redes duas vezes no segundo tempo, aos 2 e aos 25 minutos. O camisa 9, assim, chegou a oito gols na competição, ficando apenas um atrás do compatriota Wilson Morelo, do já eliminado Independiente Santa Fé.

Além da atuação decisiva do goleador, o jogo ficou marcado pelo baixo nível técnico, principalmente, na etapa inicial, em que os dois times mostraram pouca disposição de atacar. Depois do intervalo, se faltou inspiração, ao menos, o Palmeiras conseguiu se impôr e arrancar vantagem na série eliminatória.

Com a vitória obtida hoje, os comandados por Luiz Felipe Scolari poderão perder até por um gol de diferença na partida de volta. Caso seja batido por 2 a 0, terá que definir a vaga nas quartas nos pênaltis. Qualquer outro revés selará a classificação do Cerro Porteño.

O reencontro entre as duas equipes acontecerá no dia 30 de agosto, no estádio Allianz Parque, em São Paulo. Vale lembrar que o vencedor desta série pega o time que avançar do confronto entre Corinthians e Colo-Colo, do Chile, que ontem levou a melhor na ida por 1 a 0, em casa.

Ficha técnica:.

Cerro Porteño: Silva; Raúl Cáceres, Marcos Cáceres, Escobar e Acosta (Arzamendia); Palau, Rodrigo Rojas (Haedo Valdez), Jorge Rojas (Benítez), Novick e Ruiz; Churín. Técnico: Luis Zubeldía.

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés (Thiago Santos); Dudu, Hyoran (Jean) e Borja (Deyverson). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Juan Belatti e Gabriel Chade.

Gols: Borja (2) (Palmeiras).

Cartões amarelos: Rodrigo Rojas, Palau e Churín (Cerro Porteño); Moisés e Dudu (Palmeiras).

Estádio: La Olla Azulgrana, em Assunção (Paraguai). EFE

*Placar

Confira também

Brasil x Argentina: clássico sem Messi vale taça na Arábia Saudita

Brasil e Argentina, protagonistas do maior clássico do futebol sul-americano, se enfrentam nesta terça-feira, a partir das 15h (de …