Home / Mundo / Estado do Tennesse volta a executar um preso após 9 anos

Estado do Tennesse volta a executar um preso após 9 anos

O governo do Tennessee executou nesta quinta-feira (9) Billy Ray Irick, condenado a morte por estuprar e matar uma menina de sete anos em 1985. Esta é a primeira execução realizada no estado, que fica no sudeste dos Estados Unidos, desde 2009, quando Cecil C. Johnson Jr. foi executado por matar três pessoas durante um roubo em 1980.

Irick, de 59 anos, foi declarado morto às 19h48 (21h48 em Brasília) após receber uma injeção letal na Instituição de Segurança Máxima de Riverbend, em Nashiville, informou o governo de Tennessee.

Durante a última década, o estado lidou com um problema de escassez de medicamentos para produzir as injeções letais e com ações dos advogados dos presos condenados a morte contra as novas formas que poderiam ser utilizadas nas execuções.

A Justiça autorizou a execução de Irick apesar de ainda haver recursos contra o uso do sedativo midazolam.

“Se a lei permite que essa execução ocorra, apesar dos minutos finais terríveis que Irick pode experimentar, então deixamos de ser uma nação civilizada e passamos a aceitar a barbárie”, disse a juíza Sonia Sotomayor, da Suprema Corte dos Estados Unidos, discordando da decisão dos colegas de tribunal.

Crime

Irick foi condenado a morte em 1986 por assassinar um ano antes Paula Kay Dyer. Amigo dos pais da menina, Irick cuidava dela e de quatro de seus irmãos em 15 de abril de 1985, dia do crime.

Quando Kenny Jeffers, o pai de Paula, voltou para casa, encontrou a filha inconsciente e banhada em sangue. A autópsia determinou que ela morreu asfixiada e tinha sido estuprada.

O assassino tinha prendido as demais crianças em um dos quartos da casa. Todos ouviram a macabra morte da irmã. “Os meninos tentaram sair para ajudá-la, mas não conseguiram, porque ele fez uma barricada. Eles ainda têm pesadelos”, explicou a mãe de Paula, Kathy Jeffers, em recente entrevista. Irick foi preso horas depois e confessou o crime.

Suas últimas palavras antes de morrer foram: “Só quero dizer que sinto muito”.

*Com EFE

Confira também

Menina de 3 anos morre após ser esquecida em ônibus

Uma menina de 3 anos morreu após ser esquecida durante oito horas em um ônibus …