Home / Capital / Dívida dos planos de saúde com o SUS é de R$ 7,4 milhões

Dívida dos planos de saúde com o SUS é de R$ 7,4 milhões

Os planos de saúde que operam em Mato Grosso do Sul devem R$ 7.453.307,61 ao Sistema Único de Saúde (SUS). O valor é relativo a serviços médicos executados entre os anos de 2013 e 2017. Em todo esse período, foi realizado total de R$ 21.983.027,85 em atendimentos públicos à rede privada. Portanto, uma média de R$ 5,4 milhões ao ano.

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), responsável pelo levantamento, os planos de saúde do Estado já ressarciram a União em R$ 11.530.561,07, pagos à vista, e outros R$ 2.999.159,17 de forma parcelada, faltando os R$ 7.453.307,61.

O valor que ainda deve ser repassado seria suficiente – e sobraria mais um pouco – para um mês de custeio do funcionamento do Hospital do Trauma, em Campo Grande.

Na semana passada, o Correio do Estado mostrou que até mesmo para uso de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) neonatal e pediátrica os planos dependem do SUS. Diante dos valores devidos, outros serviços também entram na conta e geralmente estão previstos nos contratos com as operadoras.

*Correio do Estado

Confira também

Com asfalto precário, Capital busca parceiro para manutenção

Com 58% do asfalto considerado precário, a Prefeitura de Campo Grande pode entregar a responsabilidade …