Home / Cidades / Gastos com passagens e diárias pesam aos cofres do município
Prefeito Marcos Trad e Eneas Carvalho com o então ministro Bruno Araújo (centro), durante viagem a Brasília

Gastos com passagens e diárias pesam aos cofres do município

Os gastos com passagens e pagamento de diárias a secretários e servidores nunca pesaram tanto aos cofres públicos do município como neste ano. De janeiro a maio, a prefeitura empenhou R$ 187 mil para quitar despesas desta ordem. Quando comparado com o mesmo período de exercícios anteriores, o valor é o maior da série histórica disponibilizada no Portal da Transparência do município, que compila os números desde 2010.

Em cinco meses, 122 viagens de 80 funcionários públicos ou integrantes do governo foram custeadas pela prefeitura. As passagens e ajudas de custo variaram entre R$ 155,67 e R$ 6,1 mil. O gasto médio foi de R$ 1,5 mil por viagem.

O diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação (Emha), Eneas José de Carvalho Netto, lidera a lista dos secretários que mais usufruíram da verba pública para despesas de transporte e hospedagem este ano. Foram seis viagens – cinco para Brasília (DF) e uma até Salvador (BA) –, que custaram R$ 8,1 mil.

De acordo com Carvalho Netto, os deslocamentos serviram para destravar projetos voltados à construção de 1,5 mil unidades habitacionais. “As pessoas imaginam que vamos para Brasília a passeio, mas é uma correria com ministérios, deputados. E o recurso é todo oriundo de Brasília”, garante.

*Correio do Estado

Confira também

Bela Vista comemora hoje 110 anos de fundação

O município de Bela Vista, que faz divisa com a fronteira com o Paraguai comemora …