Home / Capital / Crise aumenta a presença de ambulantes na Capital

Crise aumenta a presença de ambulantes na Capital

Com o Dia dos Namorados, as festas de São João e a Copa do Mundo chegando, além do tempo frio que começa a dar as caras, os lojistas do centro da Capital apostam em mercadorias especiais para atrair clientes e aumentar o movimento, especialmente após a greve dos caminhoneiros na semana passada, que derrubou as vendas do comércio. Contudo, quem anda pela Rua 14 de Julho não encontra apenas lojas e centros comerciais de portas abertas, mas também esbarra em muitos vendedores de rua, organizados nas calçadas com suas bancas improvisadas e oferecendo roupas de frio, artigos relacionados à Copa do Mundo, alimentos, frutas, brinquedos e muitos outros produtos diversos.

Com gritos aos clientes, muitas vezes com rimas e piadas para chamar atenção, eles disputam com as lojas, com seus estoques vastos e ambientes climatizados, e tentam ganhar pela simpatia.

Nos últimos meses, as ruas centrais estão mais cheias de ambulantes e camelôs, e um dos motivos citados por eles é a crise e o desemprego que assolam o País.

*Correio do Estado

Confira também

Capital depende de recursos do PAC para recapeamento

De projetos travados a salvação em momento de crise econômica. Os recursos do Programa de …