Home / Estado / Presidente da Fiems recebe visita do pré-candidato juiz federal Odilon de Oliveira

Presidente da Fiems recebe visita do pré-candidato juiz federal Odilon de Oliveira

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, recebeu, no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande (MS), a visita do juiz federal aposentado Odilon de Oliveira, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PDT, para tratar de assuntos de interesse do setor industrial do Estado. “Odilon foi o primeiro pré-candidato a governador que me procurou oficialmente para tratarmos de pautas sobre o desenvolvimento do Estado e me comprometi a repassar a ele as principais demandas do nosso setor e quais os principais gargalos”, afirmou.

Sérgio Longen lembra que a Fiems é composta por 23 sindicatos industriais, que representam diferentes segmentos do setor e, portanto, podem contribuir ativamente para o planejamento estratégico de Mato Grosso do Sul. “Levantamento neste sentido será entregue ao juiz Odilon dentro de 20 dias. Nossa intenção é também entregá-lo a todos os pré-candidatos ao Governo do Estado para que possam conhecer os problemas e, então, elaborar propostas”, acrescentou.

Já o juiz Odilon afirma estar em busca de subsídios para elaborar propostas e seu plano de Governo e, por isso, veio ouvir do presidente da Fiems, enquanto representante da indústria de Mato Grosso do Sul, as demandas e sugestões para desenvolver o setor. Conhecido por sua atuação contra o crime organizado na fronteira do Estado com o Paraguai e a Bolívia, o pré-candidato mencionou projetos da Fiems para desenvolver economicamente a região e que, segundo ele, vão ao encontro de seu planejamento estratégico para o tema.

“A exportação, por exemplo, merece atenção, especialmente nas regiões de fronteiras, onde a Fiems inclusive tem um programa para fortalecer e desenvolver a indústria, aquecendo a economia e gerando mais empregos. De fato é desta forma que se deve encarar a fronteira, uma questão de segurança pública sob o aspecto do desenvolvimento econômico”, opinou o juiz Odilon.

Para ele, a classe empresarial é que vai gerar emprego e renda para recuperar a economia. “Não se faz segurança pública só com coturno e armamento, é preciso ter uma ótica de ações integradas, entre a União, Estado e classe empresarial, para gerar mais emprego e desenvolver economia”, acrescentou.

O juiz também afirmou que manterá os incentivos fiscais para que novos empreendimentos industriais se instalem no Estado. “Sou plenamente favorável a concessão deste benefício, um mecanismo legal, previsto em lei, para incentivar a atração de indústria e gerar emprego para o nosso Estado”, finalizou. Na visita ao presidente da Fiems, Odilon estava acompanhado do filho, o vereador de Campo Grande Odilon de Oliveira Júnior, e do coordenador de seu plano de governo Herbert Assunção.

Confira também

Mesmo morto, Ruiter recebe voto de condenação

O desembargador e relator da 1º Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso …