Home / Mundo / Estudante brasileiro é morto nos EUA

Estudante brasileiro é morto nos EUA

Um estudante brasileiro foi esfaqueado e morto na Universidade de Binghamton, em Nova York, nos Estados Unidos, na noite do último domingo. O suspeito, que também é aluno da universidade, está detido pela polícia acusado de homicídio.

João Souza, de 19 anos, cursava o primeiro ano de Engenharia Civil na universidade. Ele foi esfaqueado por volta das 22h30 de domingo, no horário local. O estudante chegou a ser levado para o hospital com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

Imagens de câmeras de segurança divulgadas pela Binghamton mostram o suspeito saindo do dormitório do brasileiro, utilizando moletons escuros. Mais tarde a polícia identificou o suspeito como Michael M. Roque, de 20 anos. A polícia suspeita que o crime tenha sido premeditado e Souza era o principal alvo. Não foram fornecidas maiores informações sobre o suspeito.

 Suspeito de matar o estudante brasileiro João Souza nos EUA flagrado no interior da Binghamton University (Binghamton University/Divulgação)

“Estou profundamente triste em escrever sobre o esfaqueamento que levou à morte de um de nossos alunos, João Souza, um  calouro de 19 anos de idade. Todo o campus chora por ele. Nossos pêsames vão para seus amigos e familiares, assim como para seus colegas”, publicou o presidente da universidade, Harvey G. Stenger, no site da instituição.

A família de Souza vive no Brasil e foi procurada por jornais brasileiros, mas preferiu não se pronunciar. Segundo um amigo, Sammy Landino, ouvido pelo site de notícias local Pressconnects, Souza se mudou do Brasil para Nova York na oitava série. O amigo foi o responsável por apresentar a nova escola para o brasileiro. “Era um cara ótimo, sempre sorrindo e contando piadas”, descreveu o amigo.

Este é o segundo homicídio na universidade este ano. Em março, a estudante de enfermagem Haley Anderson, de 22 anos, foi encontrada morta no campus. O suspeito era o seu colega Orlando Tercero, que fugiu após o assassinato. “Este foi um semestre muito difícil para mim e para todo o campus, com duas mortes de estudantes em apenas algumas semanas. Essas tragédias nos abalam e nos entristecem”, afirmou o presidente.

*Veja

Confira também

Trump e Putin iniciam cúpula em Helsinque

O presidente americano, Donald Trump, manifestou nesta segunda-feira (16) a esperança de chegar a uma relação …