Home / Cidades / Chineses estão na mira das agências de turismo em MS

Chineses estão na mira das agências de turismo em MS

Quatro agências de turismo de Mato Grosso do Sul receberam o credenciamento (ou renovação) para atuar no atendimento de visitantes chineses que desejam conhecer o país. Em todo país, 83 empresas foram aprovadas, depois de participarem de seleção realizada pelo Ministério do Turismo, no mês de dezembro.

Uma das agências está localizada no município de Bonito que tem no turismo a principal fonte de renda. Adriana Merjan é proprietária da Bonito Way que há 10 anos trabalha com turismo internacional e explica os cuidados que são tomados no atendimento deste público, interessados em roteiros mais urbanos e que ofereçam toda comodidade.

“Trabalhamos com turistas asiáticos há pelo menos nove anos e existe uma particularidade entre japoneses e chineses, por exemplo. Enquanto o primeiro grupo gosta de roteiros com aventura e ecoturismo, o segundo prefere conforto, compras e atividades menos rústicas”, detalha a empresária.

A certificação concedida pelo ministério às agências brasileiras requer atendimento de algumas exigências: regularização junto ao Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas do Ministério do Turismo (Cadastur), conhecer os termos do Memorando de Entendimento (documento que compõe as diretrizes e atribuições da China e Brasil sobre o assunto), aceitação do Termo de Reponsabilidade da chamada pública, entre outros deveres.

VISIBILIDADE INTERNACIONAL

Bonito já recebeu diversos prêmios internacionais, em razão do turismo ecológico e por ser escolhido como melhor destino para férias e eventos. Em 2016, a cidade recebeu 212,8 mil visitantes o que gerou uma receita de aproximadamente R$ 323 milhões para a economia local, evidenciando o potencial de desenvolvimento e reconhecimento em outros continentes.

Na avaliação de Adriana, a satisfação dos turistas chineses junto à agência rendeu aumento de visitantes de outros países, com público igualmente exigente. “Construímos um trabalho de confiança e que refletiu na procura de consumidores da França e Japão. A renovação desta certificação internacional é a oportunidade para aprimorarmos ainda mais nosso atendimento e conquistarmos outros públicos”, conclui.

 SOBRE O CREDENCIAMENTO

A exigência do cadastro das agências junto ao órgão brasileiro de turismo foi estipulada durante a assinatura da parceria entre Brasil e China, pelo MTur e pela Administração Nacional de Turismo chinesa, que representaram os países no acordo denominada Status de Destino Aprovado (ADS, na sigla em inglês).

Em 2016, 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo. Desses, apenas 50 mil escolheram o Brasil como destino. O acordo entre os países tem como objetivo ampliar o fluxo de turistas entre as duas nações. No caso do Brasil, a medida auxilia na meta prevista do plano Brasil + Turismo, que é de atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022.

*Correio do Estado

Confira também

IPTU terá reajuste de 4,2% em 2019 em Campo Grande, diz secretário

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) terá reajuste de 4,2%, segundo informou hoje o …