Home / Entretenimento / Bibi real sobre traição e perrengues: ‘Não foi burrice, foi amor’

Bibi real sobre traição e perrengues: ‘Não foi burrice, foi amor’

Fabiana Escobar, a personagem real que inspirou a Bibi Perigosa vivida por Juliana Paes em A Força do Querer, está a par do que pensam as redes sociais – e toda a torcida do Flamengo – sobre a maneira como lidou com os erros do companheiro, o traficante Saulo. Assim como a Bibi de Gloria Perez, Fabiana se deixou arrastar pelo marido para uma vida arriscada e fora da lei durante a sua ascensão no tráfico, chegou a ser chamada pela imprensa de Baronesa do Pópor sua relação com Nem, apelido de Saulo, e, apesar de muito ciumenta, não percebeu que era traída por ele. Suspeitou, mas nunca confirmou.

Apesar do que muitos chamariam de evidências, ela diz que não concorda e também não se ofende quando alguém a chama de “burra”. “Não fico chateada não, porque eu sei que não agia por burrice. Era amor”, diz Fabiana. “Eu estava cega, cega no sentido de não enxergar o que nos faz mal.”

Fabiana sustenta que tudo o que fez foi por amor a Saulo. Embora tenha tirado fotos com um fuzil e com notas e notas de dinheiro, como a Bibi da Globo, não foi nem o poder nem a força da grana que constrói e destrói coisas belas o que a manteve imersa na vida do tráfico. “Eu não estava ali por dinheiro ou poder. Estava por ele”, diz, em referência a Nem. “Poder era natural pra mim, ele veio automaticamente, eu tinha que ter essa postura. Poder, para mim, era postura que a situação demandava”, diz, mencionando a forma como se portava diante dos outros moradores da Rocinha.

“E dinheiro era consequência. Eu curtia as coisas porque não tinha outro jeito. Vai acontecendo e passar ser normal”, continua. “Eu gastava porque tinha para gastar. Mas ter dinheiro não era a minha prioridade. Meu foco era o Saulo e as crianças. Mesmo sem dinheiro, eu seguiria com ele. Como segui, quando fomos embora da comunidade.”

Se não dava bola para o epíteto de Baronesa do Pó e para o poder que vinha com ele, Fabiana diz que do apelido de Perigosa, conquistado pelas demonstrações de garra em momentos de ciúme, não abre mão. “De Perigosa eu gosto. Até hoje. É meu nome.”

Desfecho

Por viver ao lado de Saulo, Fabiana Escobar chegou a ser julgada por associação ao tráfico, mas foi absolvida. A Bibi de A Força do Querer deve ter final semelhante.

No capítulo desta sexta-feira, Bibi vai enfim colocar um ponto final na sua relação com Rubinho (Emilio Dantas). A encontrar a novinha Carine (Carla Diaz) perto do esconderijo que adotou com o marido e o filho, Dedé, a Perigosa parte para cima da rival, antes de expulsar Rubinho de casa. “Cachorra! Cade Rubinho, cachorra?”, grita Bibi, entre tapas e puxões de cabelo. “Não sabe do seu marido, eu que vou saber?”, ainda responde, provocativa, a novinha.

Rubinho, o cafajeste por definição, ainda vai se fazer de desentendido ao ser expulso de casa. “Na volta a gente conversa”, diz, depois de ouvir Bibi mandá-lo embora. “Não quero ouvir tua voz! Vaza daqui! Vaza!”

No capítulo de segunda-feira, Rubinho vai preso. Na cadeia, ele levará outro fora de Bibi.

*Veja

 

Confira também

Afastamento de William Waack é notícia no ‘Jornal da Globo’

A TV Globo anunciou o afastamento de William Waack na abertura do “Jornal da Globo”, telejornal diário apresentado …