Home / Informes / Assim como nós, pets sentem calor e precisam usar filtro solar
O adequado é dar um banho por semana, ou em 15 dias, dependendo de cada raça (Foto: Henrique Drobnievski)

Assim como nós, pets sentem calor e precisam usar filtro solar

Quem tem cachorro ou gato em casa percebe que durante o verão os animais mudam de comportamento e, assim como os humanos, necessitam de cuidados para amenizar o desconforto com a temperatura desta época do ano. A veterinária Claudia da Silva Mendes, da Clínica e Pet Shop Bourgelat, explicou a reportagem os cuidados básicos, que garantem a saúde e bem estar dos pets durante a estação. Uma das dicas é usar filtro solar, por exemplo.

Com as altas temperaturas, os animais também precisam se adaptar ao local e a umidade. Diferente de ser humano, o único meio de transpiração de cães e gatos é a respiração. O processo é a única forma de controlar o processo de refrigeração e manutenção da temperatura corpórea ideal. Por isso, quando submetidos a calor intenso ou situações de estresse os cães podem não ter condições de perder calor e entram num processo conhecido como hipertermia.

“Antes de tudo, é importante a gente oferecer uma sombra, água fresca o tempo todo e manter os pets em ambientes mais agradáveis. Utilizar muito nebulizador [inalador]também ajuda, porque a utilização excessiva do ar condicionado acaba diminuindo os índices de água no ar e o animal pode adquirir uma gripe”, aconselha a veterinária.

Com o tempo seco, até a rotina de passeios e exercícios precisa ser alterada, para que o animalzinho não sofra com a repentina alteração do clima.

O passeio deve ser feito continuamente, mas em horários específicos, como antes das 7h ou depois das 18h, para evitar problemas, como assaduras nas patas e dermatites pelo calor do chão. Os cães e gatos não fazem troca de calor como nós humanos, eles fazem pela respiração, então, se estiver muito quente, eles podem passar mal. “Normalmente, por conta do calor, eles acabam não comendo durante o dia e ficam mais dorminhocos”, explica.

Ao contrário do que muitas pessoas fazem, dar banho todos os dias nos pets pode ocasionar problemas de pele como os fungos. Além do banho, gatos com pelos longos também precisam ser tosados, e não apenas os cachorros. Desta forma, a tosa deixa o ‘focinho amigo’ mais leve e menos angustiado com o excesso de pelo.

“Em relação ao banho, é importante nessa época de verão dar banhos frios, mais agradáveis, pode ser nos pets shops, onde ele vai secar adequadamente e evitar dermatites, mas dependendo da raça, é ideal um banho por semana ou a cada 15 dias. Dar banho diariamente tira a proteção da pele dos animal e eles pode adquirir problemas de pele ou no ouvido, então, em vez de dar bem estar, vai dar mal estar”.

Alimentação adequada

“Outra coisa que é muito importante são os distúrbios gastrointestinais. O vomito ou diarreia, nessa época do ano é muito comum, devido as viroses. Fazendo a vacinação no tempo certo que o pet necessita, conseguimos evitar isso. Em relação a alimentação para amenizar o calor, nós humanos acabamos tomando mais líquidos, algo em que a temperatura esteja baixa, mas nos pets não podemos mudar muito isso. Temos que manter a ração, porque se oferecermos outro alimento pode alterar a microbiótica do animal e ele pode ter vomito ou diarreia. Coisas como sorvete é liberado só se for específico para pets, assim você tem uma garantia do fabricante e não terá problema”.

Cuidados com os pelos e infestações

“Outro problema decorrente da época são os parasitas, é mais comum a proliferação de pulgas e infestação por carrapatose e tem que fazer o controle. Outro fator importante é o filtro solar, o veterinário pode indicar o produto que pode evitar o câncer de pele, ou, se o animal já é diagnosticado com a doença, é essencial o uso. Em base custa o mesmo que dos humanos. Sem falar dos produtos para o banho que tenha o filtro”, finaliza a profissional.

Em Mato Grosso do Sul é vendido apenas o filtro solar manipulado para as peles dos animais em creme e o preço varia de R$35 a R$70.

*O Estado

Confira também

Apicultura atinge profissionalização em MS

“Temos uma atividade que, de fato, traz retorno para o apicultor”. A fala é de …