Trump expulsa bebê que estava chorando em comício

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, tem um longo histórico de expulsões em seus eventos de campanha. O último a ser mandado embora, porém, não era um repórter nem um manifestante e sim um bebê.

Na terça-feira, durante um discurso em Ashburn, no Estado de Virgínia, o candidato republicano pediu que uma mãe levasse embora o filho que estava chorando durante a sua fala.

Em um primeiro momento, Trump se dirigiu à mulher em um tom irônico, mas que parecia afável. “Amo os bebês. Escuto um bebê chorar e gosto. Que lindo bebê! Não se preocupe, não se preocupe”, falou.

O magnata seguiu com seu comício e, quando o choro da criança não cessou, acabou mudando de opinião. “Na realidade só estava brincando, leve esse bebê daqui”, disse Trump, entre alguns risos e tímidos aplausos. Em seguida, o candidato justificou diante da plateia, zombando da mãe: “Eu acho que ela acreditou que eu gosto que ter um bebê chorando enquanto falo”, comentou.

Vídeo: Trump expulsa bebê de comício

*Com EFE

Confira também

EUA vão doar 500 milhões de doses de vacina

Os Estados Unidos pretendem comprar 500 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 e distribuir aos países com …