Tiroteio em mercado na Índia deixa pelo menos 13 mortos

Atiradores vestidos com uniformes militares mataram ao menos 14 pessoas e feriram outras 15 nesta sexta-feira, em um mercado movimentado em Assam, Estado conturbado do nordeste da Índia. As autoridades locais atribuíram o ataque a um grupo separatista regional.

Três homens armados dispararam indiscriminadamente e lançaram granadas de mão no mercado da cidade de Kokrajhar, segundo testemunhas oculares. Um dos agressores foi morto e forças de segurança estavam à caça de três ou quatro outros na área, afirmou o chefe de polícia de Assam, Mukesh Sahay.

Uma autoridade de alto escalão do Ministério de Assuntos Internos de Nova Déli disse que investigações preliminares indicam que o ataque foi realizado por militantes separatistas da Frente Nacional Democrática de Bodoland (NDFB). Assam, um Estado remoto e subdesenvolvido do nordeste indiano, sofre há anos com as insurgências étnicas e tribais.

Assim como outras organizações rebeldes da região, a NDFB quer um território independente para o grupo indígena Bodo. Devido a outras ações que mataram civis no passado, a frente de Bodoland é considerada um grupo terrorista pelo governo indiano.

*Com Reuters

Confira também

Biden e ex-presidentes prestam homenagens às vítimas do 11 de setembro

O presidente Joe Biden e a primeira-dama Jill Biden se juntaram aos ex-presidentes Barack Obama e Bill Clinton na …