Sitiante acusa índios de ataque e furto em área de conflito

Gilson da Silva Marques, sitiante, procurou a polícia para denunciar que indígenas teriam invadido a sua propriedade rural em Caarapó para furtar alguns produtos. O local fica na área de conflito entre produtores rurais e a comunidade indígena, onde em junho desse ano uma pessoa morreu e oito ficaram feridos após desentendimento por terra.

De acordo com o Caarapó News, a ação ocorreu dias após acordo firmado pelo MPF (Ministério Público Federal) para dar fim às ações violentas no local.

Ainda conforme o site, Gilson disse que estava em Caarapó, quando vizinhos ligaram avisando que um grupo de indígenas havia entrado na sua propriedade. O sitiante que depois das últimas invasões levou a família para residir na cidade, ficou no sítio cuidado da criação, mas aos finais de semana, ficava com a família.

Preocupado, ele se deslocou até a propriedade e quando chegou encontrou a casa toda revirada, vidraças quebradas, objetos roubados, inclusive suas criações.

“Quando cheguei vi novamente minha casa toda destruída, roubaram também galinhas e porcos, o que não conseguiram levar, cortaram de facão e deixaram morrer sangrando”, contou Gilson.

*Douradosnews

Confira também

Camionetes furtadas são apreendidas em MS com mais de 2 toneladas de maconha

Duas caminhonetes carregadas de maconha foram apreendidas na madrugada deste sábado (25) por policiais do …