Isaquias conquista 3ª medalha: prata no C2 1000 metros

O canoísta brasileiro Isaquias Queiroz conquistou mais uma medalha na manhã deste sábado: prata na categoria  C2 1000 metros da canoagem, em prova de duplas vencida pela Alemanha. Apesar de ter dominado toda a disputa, Isaquias Queiroz e Erlon de Souza foram ultrapassados pelos alemães Sebastian Brendel e Jan Vandrey nos últimos metros. E, apesar de perder o ouro, o baiano conquistou um feito inédito, histórico: se tornou o primeiro brasileiro a conquistar três medalhas em uma mesma olimpíada. Ele já tinha levado prata e bronze.

Depois do bronze, Isaquias tinha dito que “queria chegar onde nenhum brasileiro chegou”. E, de fato, fez história na Lagoa Rodrigo de Freitas. Com o feito, Isaquias sobressai a César Cielo, Gustavo Borges, Afrânio da Costa e Guilherme Paraense, atletas que ganharam duas medalhas em uma única edição dos Jogos Olímpicos.

A primeira de suas três medalhas veio na terça-feira, quando Isaquias, natural de Ubaitaba, no interior da Bahia, levou a prata inédita para a modalidade na canoa individual (C1) 1000m. A segunda, de bronze, chegou dois dias depois, depois de o canoísta ficar com o terceiro lugar na C1 200m, em uma incrível prova de recuperação.

Brendel, que também venceu Isaquias na C1 1000 metros, e Vandrey terminaram a prova com um tempo de 3min43s912. Isaquias e Erlon cruzaram a linha de chegada com 3min44s819, ou 0s907 atrás. O bronze ficou os ucranianos Dmytro Ianchuk e Taras Mischuk. O bronze ficou com a Ucrânia.

*Veja

Confira também

Lutadores de MS buscam medalhas no Nacional de Equipes de Jiu-Jitsu Desportivo

Pelo sétimo ano consecutivo, Mato Grosso do Sul marcará presença em um evento da Confederação …