Fazendeiro terá que pagar R$ 7,2 mil por exploração ilegal de madeira

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um pecuarista de 71 anos de idade, por crime ambiental de extração de madeira ilegalmente, em Tacuru. O flagrante foi feito durante fiscalização ambiental feita em propriedades rurais da cidade, no final da tarde desta sexta-feira (03).

Segundo a PMA, o infrator derrubou 24 árvores em uma área de 64 hectares da propriedade para exploração da madeira, sem autorização do órgão ambiental. A madeira era explorada e desdobrada em mourões estacas para uso em cerca.

Foram apreendidas 90 estacas e 18 mourões de madeira da espécie angico. As atividades foram paralisadas. O infrator, residente em Tacuru, responderá por crime ambiental de exploração de madeira ilegalmente. A pena é de seis meses a um ano de detenção. Ele também foi multado administrativamente em R$ 7,2 mil pelas infrações ambientais.

*Douradosnews

Confira também

Dupla é presa com cocaína avaliada em R$ 5 milhões quando chegava em Campo Grande

Dois homens, de 31 e 33 anos, foram presos em flagrante na noite de sexta-feira …