Sobe para 28 número de mortes por influenza no estado

O Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) do Estado tem 17 casos de mortes aguardando resultado para confirmar se a causa foi o vírus influenza. De acordo com o diretor-geral Luiz Demarchi, esse número era até a tarde de ontem (31) e 28 mortes já foram confirmadas, sendo 27 por H1N1 e uma por influenza B. “Esses casos já confirmamos, em relação aos 17 nós qualificamos como influenza e ainda não sabemos qual foi. Tem o H1N1, H3N2, influenza A e o B”, relatou.

Com esta atualização, 2016 já é o segundo ano com maior número de mortes por causa do vírus, passando 2009, que teve 27, e próximo de 2014, que está no topo de lista com 29 casos. Entre os casos que aguardam resultado, duas mortes estão sendo investigadas por suspeita de H1N1 no Estado. Os dois casos foram registrados na segunda-feira.

Um dos casos é de um morador de Glória de Dourados – a 283 km de Campo Grande – mas o homem, 36, estava internado no Hospital da Vida em Dourados – a 228 km da Capital – e morreu após cinco dias de tratamento na unidade. Saúde do município, Caio Fernando Correia, este é o primeiro caso de morte suspeita de H1N1 na cidade e não há mais pessoas internadas por conta do vírus. “O filho dele estava com suspeita, mas já foi descartada e não está internado”, relatou. A outra morte que está sendo investigada por causa do vírus influenza é em Campo Grande.

Segundo registro policial, um homem de 44 anos deu entrada na segunda-feira na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon – região oeste de Campo Grande – em estado crítico, teve uma parada cardíaca e morreu no local. Segundo a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), a vítima chegou em um estado crítico na unidade e como há suspeita de H1N1 os médicos colheram material e a previsão é de que o resultado do exame fique pronto ainda nesta semana.

O próximo boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) tem previsão de ser publicado hoje, porém, este número pode aumentar, segundo o diretor do laboratório.

*O Estado Online

Confira também

Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose

Nesta semana, 1.305 cidades ficaram sem a segunda dose da vacina contra a covid-19 para …