Bolsonaro chega a capital nesta quinta-feira

Com carro de som, fã clube de camiseta personalizada e gritos de apoio, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) deve ser recebido em Campo Grande, na próxima quinta-feira (9). Dono de uma postura polêmica e ortodoxa, não será apenas esse tipo de paixão que ele manifestará na sua passagem pela Capital, que tem por objetivo participar do lançamento da pré-candidatura a prefeito do deputado estadual Coronel David. “Espero que as pessoas saibam diferenciar, pois cada um tem a sua personalidade e a sua forma de agir. O apoio dele, como de outras lideranças é muito importante para mim, só que eu sou eu e o candidato sou eu. Tenho um projeto para Campo Grande, baseado na valorização da família”, pondera o nome do PSC para a disputa da prefeitura de Campo Grande.

A própria declaração remete ao interesse de não polarizar polêmicas como acontece com Jair Bolsonaro, que também receberá em Campo Grande manifestações de outro teor, de grupos ligados ao movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), como já ocorreu em outra capitais.

Em João Pessoa (PB), por exemplo, no final do ano passado, o desembarque do ‘Bolsomito’ gerou confusão entre grupos contrários e os favoráveis ao parlamentar, que precisou de ação de contenção da segurança do Aeroporto no saguão. O Fuzuê foi pior na sede do legislativo municipal da cidade, Casa Napoleão Laureano, que teve a porta quebrada depois de uma briga que a polícia precisou usar spray de pimenta para dispersar. Bolsonaro recebeu uma comenda da Câmara, aprovada apenas com a diferença de dois votos.

Pop star da Direita

“Em 2018 vou votar nele, mesmo não me considerando alguém de direita. Partilho de muitos valores do Bolsonaro, como o respeito ao direito de todos e não só de alguns, assim como um estado mais justo, que não sufoque as famílias com tantos impostos e uma política sem corrupção. Ele é um cara limpo e que apresenta convicção no que fala. É sim ou não, sem meio termo”, explica o estudante João Vicente, gerente da JV Camisetas, que preparou para a chegada do ‘mito’ uma série exclusiva de camisetas que homenageiam o deputado. Para o jovem a iniciativa é um exemplo do empreendedorismo que o País precisa.

“Nenhum político no Brasil tem crescido em popularidade como ele e a internet prova isso. Claro que algumas pessoas são contrárias as ideias dele, só que o importante é a forma como o Bolsonaro lida com isso, com naturalidade. Embora não tenha sido governador seria um bom presidente”, arrisca João que sonha em ingressar no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e para isso desistiu de seguir no curso de Engenharia Elétrica na UFMS (Universidade Federal do Mato Grosso do Sul), onde chegou a ser aprovado no vestibular.

Adelson Sandim dos Santos, nove anos mais velho que João partilha da mesma identificação com Bolsonaro, e também participará da recepção do deputado federal em Campo Grande. Segundo ele, o parlamentar do PSC simboliza uma política mais objetiva e menos ideológica, do jeito que o cidadão comum sonha. “O dinheiro naõ sai do nada, ele vêm do nosso bolso, e se está sendo desperdiçado terá que vir mais do nosso bolso para cobrir rombo. O estado tem que ser menor, mais eficaz e somente um líder com coragem pode tocar o dedo nessa ferida. O Bolsonaro tem se apresentado como essa opção. Espero que inspire outros pelo País a seguir a mesma linha”, fala.

*O Estado Online

Confira também

Em 5 horas, edição especial do Funsat Itinerante termina com 42 pessoas empregadas

A edição especial do Funsat Itinerante, realizada neste sábado (1º) no Jardim Los Angeles, terminou …