Secretaria de Cultura de Anastácio recebe Cônsul do Paraguai

A convite do Secretário Municipal de Cultura de Anastácio, José Pedro Frazão, o chefe do Consulado da República do Paraguai no Mato Grosso do Sul, Dr. Angel Adrián Gill Lesme, veio a Anastácio visitar o Porto Canuto (ponto turístico da cidade conhecido como marco final da heroica Retirada da Laguna) e participar da abertura das festividades alusivas aos 51 anos de emancipação do município, cuja programação teve início no sábado, dia 30 de abril (com a visita da autoridade paraguaia) e se estende até o dia 27 de maio.

Na ocasião, o cônsul Angel Gill e seu oficial assessor Agustín López foram recebidos às 10h na residência do Secretário de Cultura, onde se encontravam também o Vice-prefeito Laércio Valério, que representou o prefeito Douglas Figueiredo, o professor doutor Paulo Esselin, do Departamento de História da UFMS – Campus de Aquidauana, e o Sr. Pastor Alvarenga, representando a Associação Recreativa Paraguaia de Aquidauana (ARPA), que naquela noite também receberia o diplomata guarani para um jantar solene alusivo à posse da nova diretoria.

De Anastácio, conforme agendado pela Secretaria Municipal de Cultura, o Cônsul seguiu em comitiva para visitar as instalações do 9º BE Cmb (Batalhão Coronel Carlos Camisão) de Aquidauana. Naquela unidade militar, o seu comandante, coronel José Diderot Fonseca Júnior, recebeu os visitantes em seu gabinete e, depois de proveitosa conversa (em espanhol, posto que o oficial brasileiro fora adido militar na Capital Paraguaia), mostrou-lhes as dependências do Museu Marechal José Machado Lopes, que preserva rico acervo da participação do 9º BE Cmb na Segunda Guerra Mundial, nos campos de combate da Itália.

Na sequência e com a presença também do Secretário de Gestão Estratégica da prefeitura, Ernandes Peixoto, todos seguiram em comboio militar para o Porto Canuto, que fica à margem esquerda do Rio Aquidauana, em Anastácio, local histórico instituído como marco final da Retirada da Laguna, episódio histórico da Guerra do Paraguai protagonizado em junho de 1867 pelas tropas do império brasileiro durante esse conflito.

Conforme disse o Secretário José Pedro Frazão, o objetivo desse encontro, além de enriquecer as comemorações do aniversário de Anastácio, é dar maior visibilidade ao Porto Canuto, como referência do turismo histórico anastaciano e brasileiro, desenvolver a cultura da não comemoração da guerra, mas da rememoração do fato histórico e fortalecer os laços de união entre os povos fronteiriços, com reflexão e construção de um permanente estado de paz e harmonia. “É com esse objetivo também que a UFMS está organizando nos dias 17, 18 e 19 de maio em Aquidauana (sendo no dia 17 Anastácio) o ‘Primeiro Congresso Internacional de História Regional: Pensando A Guerra do Paraguai e a Consolidação dos Estados da Bacia do Rio da Prata’ , razão porque convidamos para conosco receber o Cônsul um dos organizadores do congresso, professor Paulo Esselin” – disse o secretário Frazão.

Homenagem aos historiadores

Por iniciativa da Secretaria de Cultura de Anastácio e com aprovação dos poderes Executivo e Legislativo, o município de Anastácio vai homenagear os palestrantes brasileiros e estrangeiros do Congresso Internacional de História, com outorga da Comenda Visconde de Taunay. A solenidade está prevista para o dia 18 de maio, no Centro de Convenções Prefeito Cláudio Valério da Silva. Sobre o referido congresso, veja a matéria completa no site http://www.congressohistoriaregional.com.br/

 

Confira também

FAB ativa novo radar para barrar voos clandestinos do narcotráfico

Após a ativação da unidade de Corumbá, a Comissão de Implantação do Sistema de Controle …