Renan diz que não votará no impeachment

O presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) anunciou nesta quarta-feira que não pretende votar em nenhuma das etapas de deliberação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff na Casa. Originalmente, a ideia era de que o peemedebista se manifestasse pelo menos no mérito do impedimento, quando os senadores, em meados de setembro, devem se debruçar sobre a densidade das acusações de crime de responsabilidade contra a petista.

Nesta etapa, a sessão do Senado será presidida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. Para a consolidação do processo, são necessários dois terços dos votos do plenário, ou seja, 54 senadores. “Não vou votar nem hoje nem na sessão de pronúncia nem na sessão definitiva. O presidente do Senado Federal não deve votar em nenhuma circunstancia. Estou lutando para manter a independência, a isenção e a imparcialidade. Considero que votar seria negar tudo isso”, disse.

(Fonte: Veja.com)

Confira também

PF desarticula traficantes internacionais de drogas

Policiais federais cumpriram nesta quinta-feira (6) 110 mandados judiciais – 38 de prisão e 72 …