No Equador, a maior goleada da história: 44 a 1

Um jogo da terceira divisão do Equador bateu um recorde neste domingo. O clube Pelileo SC foi responsável pela maior goleada da história do futebol profissional ao vencer o Indi Native – modesto time da cidade de Ambato, formado por jogadores de origem indígena – por 44 a 1.

Dez dos 11 jogadores do Pelileo marcaram gols, menos o goleiro. O artilheiro foi o atacante Ronny Medida, que anotou 18. O primeiro tempo terminou 24 a 0, e o único gol do Indi, na partida disputada no estádio da cidade de Pelileo, cerca de 170 km de Quito, foi marcado por Segundo Masaquiza.

Segundo o jornal El Comercio, o resultado pode entrar para o Guiness Book como novo recorde. O atual é de 36 a 0, do Arbroath sobre o Bon Accord, em 1885, no futebol inglês.

Já houve uma goleada ainda maior, não contabilizada pela Fifa: em 2002, o AS Adema venceu o Stade Olympique L’Emyrne (SOE) por 149 a 0 na primeira divisão do Campeonato de Madagascar, na África, mas o resultado ocorreu por causa de um protesto dos próprios jogadores do SOE contra o árbitro da partida – eles chutaram contra o próprio gol e marcaram todos os gols, deixando os adversários apenas olhando a marmelada.

 

*Gazeta Press

Confira também

Vasco apresenta balanço financeiro e anuncia dívida superior a R$ 800 milhões

Em evento inédito no clube, o Vasco realizou uma coletiva – em forma on-line – …