Locatário mata inquilino com mais de 20 facadas

Francisco da Silva Xavier, de 46 anos,  está preso pelo homicídio de Gilvan Barbosa dos Santos, de 38 anos, com mais de 20 facadas. A vítima era sei inquilino e estaria usando o quarto alugado como ponto de venda de drogas, o que Francisco não aceitava.

O autor  foi preso na noite deste sábado (14), pela Polícia Civil com apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-163 em Coxim.  O crime ocorreu por volta das 21 horas num quarto de aluguel, localizado na Rua do Engenho em Sonora. Segundo a delegada de plantão, Silvia Elaine Giradi dos Santos, o corpo de Santos foi encontrado por moradores dos quartos vizinhos que acionaram a polícia e relataram que avistaram um Fiat Uno, cor prata, saindo do local em alta velocidade.

Santos estava caído com várias perfurações no corpo, principalmente no rosto e no pescoço e com uma faca suja de sangue na mão. Conforme os peritos, a vítima foi golpeada pelo menos 20 vezes. Ao apurarem os fatos, os investigadores receberam a informação de que Xavier, dono dos quartos de aluguel, possuía um Fiat Uno com as mesmas características e que ele havia estado no local durante a tarde com o referido veículo acompanhado de um homem que desejava comprar o imóvel.

No mesmo dia Xavier já havia acionado a Polícia Militar reclamando que estava sendo ameaçado por Santos, mas quando os policiais chegaram ao local, ele disse que o inquilino já tinha ido embora e dispensou a viatura. Mais tarde, Xavier fez a mesma reclamação a um investigador da polícia civil que encontrou na rua e foi orientado a registrar a ameaça na Delegacia.

Como todos os indícios apontavam Xavier como principal suspeito, os investigadores iniciaram diligências para tentar localiza-lo, até que receberam a informação de que um veículo com as mesmas características que o dele havia passado pelo pedágio da CCR MS Via na BR-163 em direção a Coxim. A delegada e os policias seguiram em acompanhamento tático e pediram apoio da PRF, que montou uma barreira na Unidade Operacional em Coxim, onde conseguiram abordar o suspeito

. Xavier confessou o crime e confirmou que realmente usou a faca deixada na mão da vítima para mata-la. No carro os policiais encontraram as roupas lavadas e ainda molhadas que ele usou no momento do crime. Xavier foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Coxim. Ele  disse que cometeu o crime para se defender e proteger sua família. “Depois que descobri que ele estava usando o quarto como ponto de tráfico de drogas disse que não concordava e pedi para ele sair, desde então o cara começou a me ameaçar dizendo que eu era cagueta e por isso iria matar a mim e minha família”, disse Xavier.

Ele alegou que procurou o inquilino para conversar, porém ao avistá-lo, Santos fez gesto que iria pegar algo na cintura, momento em que Xavier acabou partindo pra cima do mesmo com a faca, que segundo ele já carregava para se defender. “Ou era ele ou eu, fiz para me defender e proteger meu filho, minha nora, meus sobrinhos e minha netinha” finalizou ele. Xavier será levado para o Estabelecimento Penal Masculino de Coxim e vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil.

(As informações são do site Edição de Notícias)

Confira também

Homem contrata transexuais para programa, não paga e é agredido com extintores

A confusão em um motel, na noite desta terça-feira (4) em Dourados a 225 quilômetros …