Fraudes em obras na BR-359 causam rombo de R$ 13 mi

Relatório de auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU) denuncia série de irregularidades em obra para implantação e pavimentação de 104,03 quilômetros da rodovia BR-359, em trecho que divide Mato Grosso do Sul e Goiás. Todas as irregularidades identificadas geraram prejuízo ao erário de R$ 13.755.671,91  e o montante deverá ser devolvido aos cofres federais. Todo processo de licitação da BR correu através da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), com autorização do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e Ministério dos Transportes.

Entre as constatações do documento está o superfaturamento de R$ 8,4 milhões nos valores pagos pelo departamento, através da Agesul, às empresas executoras dos trabalhos.

*Correio do Estado

Confira também

Paulo Corrêa vai representar o governador Reinaldo Azambuja em agenda com Bolsonaro

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado Paulo Corrêa (PSDB) …