Ex-mototaxista é morto a golpes de facão e corpo jogado em rio

Na tarde desta segunda-feira, dia 09 e maio, corpo do ex-mototaxista Gilson Larroque, de 41 anos, o ‘Gilson Pit Bull’, foi encontrado boiando nas águas do rio Taquari, próximo à cidade de Coxim, na região Norte do Estado. Ele tinha seis cortes provocados por facão nas costas e na cabeça.

Populares acionaram o Corpo de Bombeiros após verem o corpo boiando no rio. Com apoio da PMA (Polícia Militar Ambiental), os bombeiros retiraram o corpo de Larroque da água, próximo a uma pousada. A vítima foi reconhecida por familiares e equipes da Polícia Civil e Perícia também estiveram no local.

Foi constatado pelos investigadores que Gilson foi vítima de homicídio. Conforme os peritos, ele tinha cinco perfurações nas costas e uma mais profunda, na cabeça. Os cortes teriam sido provocadas por facão ou foice.

Conforme o site Edição MS, uma testemunha relatou à polícia que viu o ex-mototaxista na sexta-feira (6), jogando sinuca num bar, o que indica que o crime teria ocorrido durante o fim de semana.

Polícia Civil investiga o caso para tentar localizar o autor ou autores do homicídio. O corpo do ex-mototaxista foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) de Coxim. Ainda conforme a polícia, Larroque tinha várias passagens.

(Fonte: Douradosnews)

Confira também

Filhos de 7 e 9 anos veem mãe ser ferida a facadas por pai que acaba preso

Um homem de 43 anos acabou preso na noite desta quarta-feira (12), em Campo Grande …