Delação pode ser principal fator para desvendar esquema

Mais interrogatórios e também recurso da delação premiada estão entre os métodos que devem contribuir para as investigações da Polícia Federal (PF) durante a análise dos documentos aprendidos na segunda fase da operação Lama Asfáltica, deflagrada anteontem. Nesta etapa, denominada Fazendas de Lama, 15 pessoas foram presas temporariamente e foram cumpridos 28 mandados de buscas e apreensões e 24 de sequestro de bens. Foi identificado prejuízo de R$ 43.169.512,76.

Em voga nas investigações da operação Lava Jato, que apura esquema de corrupção na Petrobras, a delação premiada pode ser o grande trunfo, tanto para defesa dos presos, quanto para as própria entidades investigadoras Controladoria Geral da União (CGU), Receita Federal e PF.

Isso porque, se utilizado pela defesa, poderá contribuir para a redução e até supressão da pena dos envolvidos, além disto, permitirá que as investigações avancem de forma mais significativa, em relação, à primeira etapa da operação, realizada no ano passado.

(Fonte: Correio do Estado)

Confira também

Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose

Nesta semana, 1.305 cidades ficaram sem a segunda dose da vacina contra a covid-19 para …