Sanders bate Hillary em Michigan e segue vivo na disputa pela indicação

O senador Bernie Sanders venceu as primárias do Estado de Michigan na corrida para a indicação do Partido Democrata para as eleições presidenciais dos Estados Unidos, e derrotou sua rival, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, em uma batalha crucial, contradizendo o que previam todas as pesquisas, segundo as projeções dos principais meios de comunicação americanos publicadas nesta quarta-feira. Em uma disputa acirrada, foi preciso esperar até que 90% dos votos fossem apurados para que os meios de comunicação americanos dessem por definitiva a vantagem de dois pontos de Sanders sobre Hillary, que mais cedo venceu no Mississipi.

Assim, Sanders conseguirá mais da metade dos 130 delegados em jogo no Estado industrial, que é crucial nas primárias para a indicação presidencial do Partido Democrata. Em Michigan, onde estava em jogo o maior número de delegados da noite para os democratas, é também onde Sanders tinha colocado todas as suas esperanças e pretendia demonstrar que é capaz de ganhar em um Estado símbolo do antigo apogeu industrial do país, que entrou em declínio com a desindustrialização. Hillary segue liderando a disputa pela indicação do Partido Democrata, mas a vitória do senador pelo Estado de Vermont o mantém com alguma esperança.

Nenhuma pesquisa publicada dava a Sanders a vitória em Michigan e, de fato, os levantamentos que saíram nos últimos dias indicavam uma derrota significativa, de entre 13 e 27 pontos. “A imprensa corporativa tinha nos descartado. Os dados diziam que estávamos muito atrás. Mas ganhamos. Obrigado, Michigan”, agradeceu aos eleitores o próprio Sanders em Twitter após conhecer os resultados.

Republicanos – Além de Michigan e Mississipi, onde tanto democratas como republicanos realizaram eleições primárias, o Partido Republicano também teve prévias em Idaho e no Havaí. Depois de vencer no Michigan e em Mississipi com ampla vantagem sobre os demais concorrentes, o pré-candidato republicano Donald Trump caminha para vencer também no Havaí. O magnata lidera com 44% dos votos no arquipélago no meio do Oceano Pacífico, seguido pelo senador pelo Texas, Ted Cruz (31%), que venceu apenas em um dos estados que votaram nesta terça: Idaho.

(Fonte: Veja.com)

Confira também

EUA abrem fronteiras para viajantes estrangeiros

Os Estados Unidos (EUA) reabrem hoje (8) suas fronteiras terrestres e aéreas aos passageiros estrangeiros …