Queda de caça dos Emirados Árabes no Iêmen deixa 2 mortos

Dois pilotos morreram nesta segunda-feira na queda de um avião de combate do Exército dos Emirados Árabes Unidos em um monte da cidade de Áden, no sul do Iêmen. O caça Mirage, de fabricação francesa, bombardeava posições da rede terrorista Al Qaeda em uma ofensiva da aliança árabe. “Dois pilotos morreram como mártires quando seu avião caiu na madrugada desta segunda após uma falha”, anunciou o comando da coalizão liderada pela Arábia Saudita, em um breve comunicado publicado por Riad. Segundo a nota publicada pela agência oficial saudita SPA, uma falha técnica causou o acidente.

As Forças Armadas dos Emirados se limitaram a anunciar “a perda” de um de seus aviões de combate no Iêmen, sem detalhar as circunstâncias nem o estado da tripulação. Segundo testemunhas, a aeronave caiu em uma área montanhosa da cidade.

Não é o primeiro incidente deste tipo que a aliança árabe sofre no Iêmen. Em dezembro, um F-16 bareinita caiu no sul da Arábia Saudita, perto da fronteira com o Iêmen, por uma falha técnica. A coalizão começou a bombardear em março de 2015 os rebeldes houthis, e nos últimos dias ampliou seus alvos a posições da Al Qaeda em Áden, sede provisória do governo do presidente iemenita, Abdo Rabbo Mansour Hadi.

(Fonte: Veja.com)

Confira também

EUA abrem fronteiras para viajantes estrangeiros

Os Estados Unidos (EUA) reabrem hoje (8) suas fronteiras terrestres e aéreas aos passageiros estrangeiros …