Pontos da Capital terão luzes apagadas por 1 hora

Para conscientizar sobre o aquecimento global, Campo Grande participa hoje, 19, da Hora do Planeta 2016. A cidade irá apagar as luzes do Obelisco,  do Monumento ao Índio e da escultura Guerreiro Guaicuru – esses dois últimos ícones, localizados no Parque das Nações Indígenas, reserva ecológica. As praças das Araras, Pantaneira e Epaminondas Alves Ferreira também ficarão no escuro durante sessenta minutos.

Excepcionalmente, o município irá realizar a Hora do Planeta mais cedo, entre 19h30 e 20h30, em função do horário de fechamento do Parque das Nações Indígenas, local onde será realizado o evento. A Hora do Planeta promove uma grande reflexão, não só sobre o aquecimento global, mas também sobre a adoção de novos hábitos e maneiras de se relacionar com o meio ambiente Além do apagar de luzes, o WWF-Brasil em Campo Grande irá promover também outras atividades para a Hora do Planeta, como uma pedalada e uma caminhada abertas ao público.

O ponto de partida será na Concha Acústica do Parque das Nações Indígenas, localizado na Avenida Afonso Pena – s/n, a partir das 19h, com chegada prevista para 19h30, quando as luzes serão apagadas. Também está programado, na Concha Acústica, o show do cantor Jerry Espíndola, às 20h. Para esse evento, o SESC de Campo Grande irá emprestar bicicletas ecológicas – com estrutura feita com cerca de 500 garrafas pets.

Essas bikes poderão ser usadas pelos participantes que não tiverem as suas próprias bicicletas.  Em 2015, o evento reuniu 100 ciclistas e 50 pessoas que fizeram o percurso de 10 km e 5 km, respectivamente. E a SEMADUR, do Projeto Florestinhas, vai levar cerca de 100 jovens ligados ao escotismo, entre eles, desbravadores para participar da caminhada.

(Fonte: Diariodigital)

Confira também

Nos últimos 14 dias, seis hospitais da Capital tiveram internados por covid

Nos últimos 14 dias, ao menos seis hospitais públicos ou particulares de Campo Grande tiveram, …