Polícia conclui inquérito e prende suspeitos de tentativa de latrocínio

Wesley Gouveia Mariano, 21 anos, e Thiago Felipe Peralta Alecrim, 20 anos, foram presos por suspeita de tentativa de latrocínio, em Campo Grande. O inquérito foi concluído nesta quinta-feira (3) pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furto (Derf).

O crime ocorreu no dia 27 de julho de 2015, no Jardim Tijuca. Um casal estava em um carro e, quando chegaram em casa, foram abordadas pelos suspeitos, que anunciaram o assalto.

Para tentar se defender, uma das vítimas tentou segurar a arma do suspeito, que atirou e atingiu o polegar do homem. Em seguida, eles entraram e luta e a vítima foi atingida por mais quatro tiros que atingiram a nuca , coxa direita e pé esquerdo.

A vítima foi encaminhada para a Santa Casa, onde foi submetida a cirurgia. Os suspeitos fugiram levando um celular do casal.

Investigadores da Derf localizaram e apreenderam o celular com uma outra pessoa, que informou ter comprado de Wesley. O rapaz foi preso em dezembro, confessou o crime, admitiu ser o autor dos disparos e apontou Thiago como co-autor da tentativa de latrocínio.

Wesley tem diversas passagens pela polícia por crime de roubos e Thiago também tem ficha criminal por crimes como roubo e tráfico de drogas e estava foragido do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira.

A polícia representou pedindo a prisão preventiva dos suspeitos, que foi decretada pela Justiça. Wesley já estava preso temporariamente e, em razão do mandado, foi encaminhado para o Presídio de Trânsito (Ptran). Thiago foi preso no dia 17 de fevereiro e encaminhado ao Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho.

(Fonte: Correio do Estado)

Confira também

Estudante de 20 anos morre atropelada por motociclista em frente a conveniência

Uma estudante de 20 anos, identificada como Ellen Vicente, morreu após ser atropelada por um …