Polícia ainda caça grupo que deixou dois mortos em brigas de rua no interior

A polícia civil da cidade de Caarapó, localizada a 273 quilômetros de Campo Grande já tem os possíveis suspeitos pelo assassinato de Cláudio Luís da Silva, de 39 anos, e Boa Ventura Segóvio, de 52 anos. Os dois foram mortos na madrugada deste domingo (6) após uma briga generalizada em um clube na cidade. No entanto, nenhum deles teria ligação direta com a confusão.

Um foi usado como ‘escudo’ e o segundo foi espancado quando verificava se o primeiro assassinado não era parente dele. As mortes marcaram a madrugada na cidade, de aproximadamente 28 mil habitantes, de acordo com o último senso demográfico. O delegado Rodrigo Blonkowski diz que já realizou diligências na tentativa de localizar os autores do homicídio.

Um dos acusados do segundo assassinato foi preso em flagrante ainda no domingo (6). ‘Guena’, como era conhecido Boa Ventura, teria ido ao local do crime para ver se o homem assassinado seria algum parente e acabou sendo espancado por um grupo de pessoas.

O caso

Cláudio Luís da Silva, de 39 anos, morreu neste domingo (6) quando saia de um clube na cidade. O homem foi alvejado com um tiro no tórax e outro na mão. De acordo com informações, teria ocorrido uma briga no local, mas a vítima não estava envolvida na discussão.

Quando o evento acabou, Cláudio saía do clube para ir embora, momento em que uma Saveiro passou pelo local e o ocupante do veículo atirou várias vezes contra um homem que estaria envolvido na briga. O rapaz se escondeu atrás de Cláudio, que acabou atingido pelos disparos no peito e na mão esquerda.

A vítima não resistiu e morreu antes de ser socorrida.

Outro homem morto na madrugada de domingo (6), Boa Ventura Segóvia, de 52 anos, conhecido como ‘Guena’ teria ido até o local do homicídio para conferir se o homem morto seria algum parente.

Ao sair do local, ‘Guena’ foi seguido por um grupo de pessoas que o espancaram. A vítima foi socorrida e levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Jeferson Velasques do Santos, de 19 anos, foi preso em flagrante de acordo com a polícia.

(Fonte: Midiamax)

Confira também

Estudante de 20 anos morre atropelada por motociclista em frente a conveniência

Uma estudante de 20 anos, identificada como Ellen Vicente, morreu após ser atropelada por um …