Para lembrar: deputado que fraudou assinatura chamou conselho de ‘suruba’

A falsificação da assinatura do deputado Vinícius Gurgel (PR-AP) ultrapassou todos os limites do ultraje do Conselho de Ética, mas não é de hoje que o deputado vem chocando o colegiado – órgão que deveria justamente prezar pela moralidade e imagem da Câmara, mas se tornou palco de manobras para livrar o presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da cassação. É do parlamentar a inusitada declaração de que o Conselho de Ética “é uma suruba política”, dada em meio a discursos protelatórios para evitar a votação de relatório que pedia investigação contra Cunha.

Ele ainda foi além: afirmou que o conselho tem “fachada de igreja e fundo de cabaré”, demonstrando o claro desrespeito ao órgão que analisa o decoro dos parlamentares. Gurgel é conhecido ainda no colegiado por agir em prol de Eduardo Cunha e costuma ter presença garantida nas sessões para evitar o avanço dos trabalhos contra o presidente da Câmara. Após reportagem da Folha de S. Paulo que aponta fraude na assinatura dele em uma tentativa de garantir quórum para livrar o presidente da Câmara, no entanto, a ausência do parlamentar chamou atenção na sessão desta quarta-feira. Depois de ser alvo de críticas, porém, ele chegou ao plenário. Sorridente.

(Fonte: Veja.com)

Confira também

Lula sobre Alckmin: ‘Quero construir uma chapa para ganhar as eleições’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reforçou a hipótese de ter Geraldo Alckmin (de …