Mais de 600 PMs farão segurança da passeata

A pé, em motocicletas e a cavalo mais de 600 policiais militares estão mobilizados para a segurança do protesto contra a corrupção e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) domingo (13), em Campo Grande. O Serviço de Inteligência e Informação da Polícia Militar montou o esquema de segurança montado pelo prevê a interdição da avenida Afonso Pena, da altura da Rua Rui Barbosa até o viaduto sobre a avenida Ceará, a partir das 13h.

O esquema conta com policiais militares e civis à paisana também acompanharão o público. “Garrafa de vidro, pedaço de pau, qualquer coisa que possa servir como arma será recolhido pela PM”, explicou Acosta. A informação é do coronel Waldir Ribeiro Acosta, comandante de Policiamento Metropolitano da Polícia Militar, policiais militares acompanharão a multidão.

Equipes do Batalhão de Choque e do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) estarão a postos para agir em situações extremas. O evento é organizado pelos movimentos Reaja Brasil, Chega de Impostos, Pátria Livre, Democrático Pró-impeachment, e outras instituições como Rotary Clube e Maçonaria,o e a previsão é que irá reunir 100 mil pessoas com previsão de iniciar concentração na Praça do Rádio Clube a partir das 14h e tem previsão de acabar por volta das 19h em frente ao Ministério Público Federal.

(Fonte: Diariodigital)

Confira também

UEMS/Campo Grande: Inscrições para aluno regular no Mestrado em Letras vão até 17 de dezembro

Foram prorrogadas as inscrições para alunos regulares no Mestrado em Letras da Universidade Estadual de Mato …