Governo tentou comprar silêncio de Delcídio

Saiba Mais Delcídio pede desfiliação do PT em dia tenso no cenário nacional Teori Zavascki homologa delação premiada do senador Delcídio do Amaral Relator propõe abertura de processo contra Delcídio no Conselho de Ética Gleisi Hoffmann sucede Delcídio na presidência da Cae Delcídio pede mais 15 dias de licença O senador Delcídio do Amaral (PT-MS) entregou ao Ministério Público Federal (MPF) gravação feita por seu assessor Eduardo Marzagão de três encontros realizados, em dezembro do ano passado, com o ministro Aloizio Mercadante.

As informações constam do Termo de Colaboração Premiada nº 5 firmado entre o senador e o MPF. De acordo com o documento, após ser informado por Eduardo Marzagão que a famíla de Delcídio passava por problemas financeiros (despesas com advogados), Mercadante teria oferecido ajuda financeira à família de Delcídio para arcar com custos de advogados “por meio de empresa ligada ao PT” .

Mercadante teria dito também que intercederia junto aos presidentes do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, e do Senado, Renan Calheiros, no sentido de favorecer a soltura de Delcídio. Ainda segundo o documento, Delcídio disse que Mercadante teria agido como emissário da presidenta da República, Dilma Rousseff, e, “portanto, do governo”. Aloizio Mercadante esteve reunido nesta terça-feira com a presidenta Dilma Rousseff, mas deixou o encontro sem falar com a imprensa.

(Fonte: Diariodigital)

Confira também

Ministério lança campanha de combate a dengue

O Ministério da Saúde lançou hoje (30) a campanha nacional de combate ao mosquito Aedes …