Empresa abaterá 100 mil jacarés por ano em MS

A cidade de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, é o endereço da maior empresa do mundo no ramo de criação, abate, industrialização e comercialização da carne e couro de jacarés. A Caimasul (Caimans do Sul do Pantanal Ltda) já está devidamente licenciada pelo governo do Estado.

A empresa pretende iniciar suas atividades comerciais no segundo semestre deste ano. A meta da Caimasul é em até 4 anos, ter  250 mil jacarés criados em confinamento, proporcionando 100 mil abates por ano, 300 toneladas de carne e 100 mil toneladas de pele. A empresa foi instalada em uma área de 150 hectares na BR-262, onde também funcionarão um frigorífico, um curtume, uma fábrica de ração para os répteis, uma loja de artesanatos e a sede administrativa.

A iniciativa prevê desde a criação sustentável do animal, até o abate e o desenvolvimento de atividades de aproveitamento total de insumos oriundos do Pantanal, como peças artesanais e beneficiamento do couro. Licenciamento – O empreendimento recebeu a Licença de Instalação e de Operação (LIO) e terá condições de cumprir seu cronograma para iniciar suas atividades. De acordo com Weber Girardi, gerente operacional da Caimasul, a licença habilita a empresa para o término da construção dos recintos do frigorífico. “Precisávamos desse documento para a preparação do nosso estoque inicial.

Nosso licenciamento não é padrão, pois não é um segmento comum”, afirmou Weber. Quando entrar em plena atividade, a Caimasul deve empregar diretamente 100 pessoas. Outros 220 empregos indiretos devem ser oferecidos pelo empreendimento, inclusive para os ribeirinhos de Corumbá.

Confira também

Antecipação do 13° salário aos servidores estaduais vai movimentar economia de MS

A antecipação do pagamento da segunda parcela do 13° salário aos servidores estaduais, no próximo …